publicidade
Jornal do Sudoeste
Jornal do Sudoeste no Facebook
Jornal do Sudoeste no Twitter
Assine Agora
 
publicidade
Colunas
 
Coriolano Xavier
Planeta cabe na urna
 
Alderico Sena
Como nasceu a Cooperação
 
Pedro Cardoso da Costa
Qualquer medo é superável
 
Pedro Cardoso da Costa
Políticos literalmente no lixo
 
Percival Puggina
O que eu diria a Aécio Neves
 
publicidade
 
No Facebook
 
Notícias > Vitória da Conquista
 
15.03.2014
 
 
 
Por: Aline Mota - Ascom Simmp
 
Falta de estrutura e transporte escolar prejudica alunos da Escola Municipal Fidelcina Carvalho em Vitória da Conquista
(Foto: Ascom - Simmp)
 

Cumprindo com seu papel fiscalizador e após ter recebido algumas denúncias, o Simmp (Sindicato do Magistério Municipal Público de Vitória da Conquista) visitou a Escola Municipal Fidelcina Carvalho, localizada no Bairro Urbis VI, na tarde da quinta-feira, 13, para verificar as condições de funcionamento da unidade.

De acordo com as informações que chegaram ao Sindicato, os professores estão fazendo um sistema de “rodízio” de aula por conta da falta de carteira para os alunos.

Os diretores sindicais ficaram abismados com a precariedade a que os alunos estão submetidos. Não é apenas a falta de carteira, mas o ambiente como um todo é absurdo. As poucas carteiras e janelas estão quebradas, paredes totalmente sujas e rabiscadas, instalações elétricas inadequadas, telhado danificado, depósito da merenda escolar inapropriado, enfim, uma série de problemas que certamente compromete o aprendizado dos alunos.

Como se não bastasse, algumas crianças ainda sofrem com o trajeto percorrido entre a casa e a Escola, isso porque não há transporte disponível para um determinado Bairro - Vila Elisa - localidade muito distante da Fidelcina Carvalho, 30 minutos ou mais de caminhada.

A diretora da unidade realizou uma reunião com os pais para deixá-los cientes da situação. Estes procuraram a Secretaria Municipal de Educação, reclamaram por duas vezes, porém, nenhuma providência foi tomada.

O Sindicato entrará em contato com o secretário municipal de Educação Ricardo Marques, para que essa situação seja resolvida, em caráter de emergência. Caso contrário, a denúncia será feita ao Ministério Público.

Em outras unidades, a situação não é diferente

A problemática da falta de carteiras se repete em diversas outras Escolas municipais, como comprovou os diretores do Simmp na série de visitas realizadas esta semana nas unidades de Ensino, como a Lycia Pedral, Mozart Tanajura, Mário Batista, dentre outras.

 

“Não é difícil rebater o discurso do Governo, que afirma que a Educação é prioridade. Basta fazer uma visita às Escolas que se percebe o tamanho do descaso com os alunos e professores. Estes não possuem sequer o básico para desenvolverem suas atividades pedagógicas”, destacou a diretora de Assuntos Rurais do Simmp, Maria Lúcia Melo.

Ainda esta semana, o Sindicato recebeu a denúncia de que na Escola Almerentina Costa, extensão localizada a 17 km do Distrito de São Sebastião, as aulas foram suspensas por falta do funcionário responsável pela merenda e limpeza. A Secretaria já está ciente da situação, porém, até o momento não resolveu o problema.

“Nós já aprovamos o indicativo e temos motivos mais que suficientes para realizarmos uma greve”, finalizou Maria Lúcia.



Comente:

Mais notícias
 
30.09.2014
Primeiro dia de greve tem 100% de agências fechadas em Vitória da Conquista
 
30.09.2014
Campanha "Dia das Crianças Solidário"
 
30.09.2014
Secretaria Municipal de Educação visita Escolas e ouve pais, comunidade e alunos
 
30.09.2014
Caetité dá início ao programa que dotará a cidade de um Plano de Saneamento Básico
 
30.09.2014
Governo de Caculé realiza reunião de implantação do Programa Sanear Mais Bahia
 
30.09.2014
Bancários fecham 57 agências na base territorial do Seeb/VCR
 
30.09.2014
Condições de trabalho em frigoríficos é tema de audiência pública promovida pelo MPT na Bahia
 
30.09.2014
MP recebe documentos sobre o “Mensalinho Baiano”
 
29.09.2014
“Não existe essa história de voto útil”, afirma Eliana Calmon
 
29.09.2014
Policiais civis paralisam atividades por 48 horas a partir desta terça
 
Jornal do Sudoeste © 2003-2013. Todos os direitos reservados.
Rua Marcolino Rizério, 21, Centro - Brumado/BA - CEP: 46100-000
Fone: 77 3441-7081 / E-mail: contato@jornaldosudoeste.com
Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções