17 Jul, 2017 às 10:53 | por Ascom/TJ BA

Campanha 'Não se esqueça de mim' promove encontro para evitar a adoção tardia

  • Evitar a adoção tardia de crianças e adolescentes é o objetivo do workshop "Infância e Juventude: adoção nacional e internacional, apadrinhamento e acolhimento familiar", que será promovido pelo Tribunal de Justiça da Bahia no dia 25 de agosto, no auditório do Tribunal de Justiça da Bahia.

    Na Bahia existem 1.538 crianças e adolescentes em instituições de acolhimento - os antigos abrigos - na esperança de serem adotados.

    O evento integra a campanha 'Não se esqueça mim', que busca conscientizar magistrados, servidores, promotores de Justiça, defensores públicos e a sociedade em geral para o problema de crianças e adolescentes que, muitas vezes, durante anos, aguardam serem adotados em instituições de acolhimento.

    A iniciativa é da Corregedoria Geral da Justiça, em parceria com a Corregedoria das Comarcas do Interior e da Coordenação da Infância e Juventude (CIJ) do Tribunal de Justiça da Bahia.

    Uma das presenças confirmadas é o do procurador Sávio Renato Bittencourt, titular da 4ª Procuradoria da Infância e Juventude do Rio de Janeiro, autor de vários livros sobre as políticas voltadas para crianças e adolescentes no Brasil e uma das referências sobre o estudo do tema no Brasil.

    Também estão confirmadas as palestras do desembargador Salomão Resedá, coordenador da Infância e Juventude, do juiz Walter Ribeiro Júnior, titular da 1ª Vara da Infância e Juventude, e da juíza assessora da Corregedora Geral da Justiça e presidente da Comissão Estadual Judiciária de Adoção Internacional (Cejai-BA), Andréa Paula Miranda.

Website por Idea Livre Comunicação, 77 99922-1120, mudecom@idealivre.com.br