14 Jul, 2017 às 13:22 | por Jamille Amorim

Mutirão de cirurgias realiza procedimentos cirúrgicos em Brumado

  • O Governo da Bahia, através da Secretaria de Estado da Saúde da Bahia, por meio do Programa Saúde Sem Fronteiras – iniciativa que reúne os serviços de rastreamento do Câncer de Mama (Mamografia), Oftalmologia, Odontologia (Odontomóvel), Mutirão de Cirurgias (Cirurgias de Vesícula, Hérnia, Útero e Miomas) e doação de sangue (Hemóvel) – está atendendo desde a quarta-feira (12), gratuitamente, pacientes dos municípios pactuados com Brumado [Brumado, Aracatu, Barra da Estiva, Boquira, Caturama, Contendas do Sincorá, Dom Basílio, Érico Cardoso, Guajeru, Ibicoara, Ibipitanga, Ituaçu, Jussiape, Livramento de Nossa Senhora, Macaúbas, Malhada de Pedras, Paramirim, Rio de Contas, Rio do Pires e Tanhaçu]. Os procedimentos em Brumado serão realizados até a segunda-feira (17), exceto no sábado e no domingo, dias 15 e 16. A expectativa é que cerca de seiscentos pacientes passem pelas carretas estacionadas na área externa do Ginásio Poliesportivo Dr. Antônio Alves Ribeiro.

     

    A proposta do Mutirão de Cirurgias do Programa Saúde de Sem Fronteiras é reduzir a fila de espera nos Hospitais Públicos do Estado e a iniciativa conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Brumado – que está sediando a etapa do Programa - através da Secretaria Municipal de Saúde e dos demais municípios pactuados. A parceria prevê que a Secretaria de Estado da Saúde da Bahia disponibilize a equipe médica e toda a estrutura necessária para a realização dos procedimentos cirúrgicos, além do acompanhamento pós-cirúrgico dos pacientes, enquanto que cabe aos municípios beneficiados assegurar o acesso dos pacientes ao local onde estão sendo realizados os atendimentos.

    Pioneiro no País, o Programa Saúde Sem Fronteiras foi criado em 2015 e já recebeu investimentos de aproximadamente R$ 40 milhões – segundo dados oficiais da Secretaria de Estado da Saúde da Bahia – viabilizando a integração e atenção redobrada para as iniciativas antes isoladas. Além do atendimento tradicional em Unidades Fixas, o Programa Saúde Sem Fronteiras as ações com o emprego de dezessete veículos (carretas e ônibus), que circulam nos quatro cantos do Estado para levar, cada vez mais, serviços considerados de difícil acesso para a população.

     

    A meta do Saúde Sem Fronteiras é atingir 13 mil pessoas no Estado e até o último mês de junho já foram contabilizadas a realização de oito mil cirurgias.

           Segundo o enfermeiro Deleon dos Santos Francisco, Coordenador do Programa, a demanda da lista única da região são de 530 pacientes cadastrados, porém a proposta é que sejam atendidos cerca de seiscentos pacientes da região que necessitam tratamento cirúrgico. O Coordenador destaca que estão sendo disponibilizadas duzentas 200 fichas diárias, para pessoas com idade entre 14 e 65 anos. Para ser atendido o paciente precisa ter em mãos o Cartão do SUS [Sistema Único de Saúde], documentos de identificação, além de exames laboratoriais – entre os quais o Hemograma, Tempo de Protombina (TP), Tempo de Tromboplastina Parcial Ativada (TTPA), Ureia, Creatinina, Glicemia Jejum e Gonadotrofina Coriônica Humana (Beta HCG), realizados nos últimos seis meses, além do Exame Preventivo realizado nos últimos doze meses.

    Em Brumado, entre os dias 12 e 14, serão realizados procedimentos pré-operatórios. Após a triagem, os pacientes serão encaminhados para as cirurgias que serão realizadas no Hospital Municipal Professor Magalhães Neto, na segunda-feira (17). Os pacientes com casos mais complexos serão encaminhados, gratuitamente, para Salvador. Após as cirurgias realizadas, os pacientes receberão medicação e acompanhamento caso for necessário, além da revisão. “Ficamos aqui até a sexta-feira (14) para os procedimentos pré-operatórios, porém, uma pequena equipe permanecerá na cidade até o último dia das cirurgias para orientar os pacientes, verificar os atendimentos, a distribuição da medicação e, havendo necessidade do paciente ser internado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ou qualquer outro procedimento pós-cirúrgico de maior complexidade, nossa equipe está preparada para atender. Muita gente acha que após realização da cirurgia não cuidamos dos paciente, pelo contrário, temos o cuidado de atender até o ultimo procedimento e os pacientes somente recebem alta quando temos 100% de certeza que eles estão bem”, afirma Deleon Francisco.

           Eristela Matos Novais, do município de Aracatu, e Normangela Damasceno da Silva, de Brumado serão beneficiados pelo Programa. As duas vão pelo procedimento de Histerectomia [remoção cirúrgica do Útero, que também pode incluir a retirada das Trompas Adjacentes e do Ovário]. Para elas, o diferencial do Programa foi a forma como foram atendidas pelos Agentes da Secretaria de Estado da Saúde da Bahia encarregados da triagem e a rapidez em que foram atendidas. “Conseguir uma cirurgia dessa é muito complicado, já que particular [na rede privada de Saúde] é muito caro. Nem acredito que vou conseguir fazê-la com tanta rapidez, porque sei que é difícil”, comemorou a brumadense Normangela Damasceno.

           “Esse é um projeto muito bom tem salvado vidas, é gratificante fazer parte”, concluiu Deleon dos Santos Francisco.

Website por Idea Livre Comunicação, 77 99922-1120, mudecom@idealivre.com.br