18 Abr, 2017 às 22:04 | por Da Redação

Polícia Federal cumpre Mandados de Busca e Apreensão em Brumado em desdobramento da Operação Sinistro

Alvo da operação, segundo a Polícia Federal, empresários brumadenses já condenados que reiteraram na conduta delitiva de comercialização de seguros automotivos sem autorização da Susep

  • Agentes da Delegacia de Polícia Federal de Vitória da Conquista deflagraram na manhã desta terça-feira (18), a Operação Brumado II, para cumprimento de Mandados de Busca e Apreensão expedidos pela Justiça Federal da 2ª Vara da Seção Judiciária da Bahia, em Salvador, especializada em crimes financeiros.

    A Operação Brumado II é um desdobramento da Operação Sinistro, deflagrada em julho de 2016, que investiga a comercialização ilegal de seguros automotivos – especializada no segmento de caminhões - pela Associação Baiana de Transportadores de Cargas – Auto Truck/Nobre Seguradora, sediada na Praça Capitão Francisco de Souza Meira, no centro de Brumado.

    Os Policiais Federais recolheram documentos e mídias do escritório da empresa e de endereços residenciais de pessoas ligadas à Associação Baiana de Transportadores de Cargas – Auto Truck/Nobre Seguradora.

    Segundo a Polícia Federal, as investigações apontaram que os empresários Ilan Fábio Moura Silva e Bruno de Castro Donato, identificados como presidente e vice-presidente da Associação Baiana de Transportadores de Cargas, a princípio usando o nome fantasia de Truck Service, que já haviam sido condenados pela Justiça Federal a suspender definitivamente as atividades de comercialização de seguros automotivos sem a autorização da Superintendência de Seguros Privados (Susep), continuavam operando no mercado. Como não atendiam as obrigações das empresas regulares que atuam no segmento, a Associação oferecia preços e condições muito abaixo das praticadas pelo mercado. O resultado das atividades ilegais, segundo a Polícia Federal, era aplicado no mercado imobiliário e de bens, caracterizando o crime de lavagem de dinheiro.

    Após a deflagração da Operação Sinistro, a Associação manteve as atividades ilícitas e passou a operar com o nome fantasia Truck Center e, mais recentemente Auto Truck. Atualmente a Associação atuava supostamente em parceria com a Nobre Seguradora.

    Após as diligências realizadas na manhã de hoje, em Brumado, a Delegacia da Polícia Federal de Vitória da Conquista reafirmou em nota distribuída à imprensa que os empresários investigados já respondem a uma Ação Penal, resultado das provas colhidas na Operação Sinistro, mas perseveraram na mesma conduta delitiva, “apenas com poucas mudanças na roupagem anterior”, o que justificou a expedição dos Mandados de Busca e Apreensão.

     A reportagem do JS apurou que a Nobre Seguradora, que estaria sendo parceira ou utilizada pela Associação Baiana de Transportadores de Carga, teve sua liquidação extrajudicial decretada pela Superintendência de Seguros Privados no último dia 3 de outubro de 2016 (Portarias Susep nºs 6.664 e 6.665 publicadas no Diário Oficial da União do dia 4 de outubro de 2016). A partir da publicação das Portarias no D.O.U., deixaram de ter qualquer validade os Contratos (Apólices) porventura emitidos pela Nobre Seguradora, bem como os atos praticados pelos seus ex-administradores ou prepostos.

    Outro lado

    A reportagem do JS tentou contato com os empresários gestores da Associação Baiana de Transportadores de Cargas – Truck Center, através do telefone (77) 3441-3124, para que pudessem contraditar as informações disponibilizadas pela Polícia Federal e apresentar suas versões para os fatos, sem sucesso. O telefone móvel celular que pertenceria a um dos gestores da Associação [77 99938-**18] também não atende.

    A reportagem do JS também tentou, sem sucesso, contato com a Nobre Seguradora [(11) 5069-1177]. O telefone é atendido por uma secretária eletrônica e a mensagem é sempre repetida, não possibilitando o direcionamento da ligação.

Website por Idea Livre Comunicação, 77 99922-1120, mudecom@idealivre.com.br