Genaldo de Melo

Genaldo de Melo

Genaldo de Melo, 43 anos, sergipano radicado em Feira de Santana - Bahia. Gestor social e articulista. Desenvolve consultoria em elaboração de projetos sociais

Morte ao feminicídio em nome das mulheres*

Por Genaldo de Melo / 18 de março de 2020 /

A violência contra a mulher, mais especificamente os crimes de feminicídio, não é coisa nova como vem se apresentando na mídia tradicional e com mais atenção das instituições. Mulheres em todos os tempos sofreram do resultado macabro do machismo na sociedade brasileira. A luta pela eliminação das disparidades nas relações (mais…)

Leia Mais

Mancha difícil de se retirar

Por Genaldo de Melo / 9 de março de 2020 /

Dono de um capital político-eleitoral capaz de causar espanto e admiração, o ex-prefeito de Feira de Santana, Zé Ronaldo, pode ter sua imagem política, que foi construída nos últimos vinte anos, arranhada seriamente por ter sido colocado sob suspeição pelo Ministério Público Federal. Mancha por suspeita de corrupção não se (mais…)

Leia Mais

Os balões de ensaios de Salvador

Por Genaldo de Melo / 3 de fevereiro de 2020 /

Na política se cunhou um termo chamado de balão de ensaio, e quase todas as forças políticas que participam dos processos eleitorais recorrem ao mesmo para se impor nas urnas como alternativa de poder. Na Bahia recente o mais famoso balão de ensaio foi exatamente o próprio governador Rui Costa (mais…)

Leia Mais

O racismo estrutural e a escola

Por Genaldo de Melo / 17 de dezembro de 2019 /

Enquanto muitas pessoas celebram em novembro o mês da Consciência Negra e outras fazem mobilizações e protestos pelo fim do racismo latente em nossa sociedade majoritariamente negra, a grande maioria das pessoas faz confusão conceitual sobre o assunto. Grande parcela da sociedade brasileira é racista e ninguém, absolutamente ninguém, está (mais…)

Leia Mais

Derrota da dupla Bolsonaro/Guedes foi vitória do Brasil

Por Genaldo de Melo / 11 de novembro de 2019 /

O governo de Bolsonaro, que parece chefe de um grupo de políticos e empresários declaradamente neoliberais, coordenados por Paulo Guedes, sofreu a sua mais importante derrota, desde que assumiu o poder. Nenhuma das grandes empresas petrolíferas dos países do mundo capitalista teve interesse de participar do Leilão de transferência dos (mais…)

Leia Mais

A ditadura de Guedes e Bolsonaro não vai vingar

Por Genaldo de Melo / 7 de novembro de 2019 /

Simplesmente estamos lidando com dois homens que estão querendo fazer a mais absurda distorção da realidade brasileira. As medidas apresentadas por Guedes e Bolsonaro só têm vasto sentido nas próprias risadas de Bolsonaro, como se o povo fosse mero palhaço para seus desatinos. Eles devem não ter noção nenhuma do (mais…)

Leia Mais

Lixo cultural e caneta azul neles

Por Genaldo de Melo / 4 de novembro de 2019 /

Para a maioria da população brasileira gosto musical não é uma questão de opção pessoal, é resultado de um processo bem articulado de osmose, direcionado ao consumo da música como produto rentável e com prazo de validade definido. A mídia tradicional sempre teve o papel de divulgar a nossa cultura, (mais…)

Leia Mais

O Fascismo

Por Genaldo de Melo / 21 de agosto de 2019 /

Ao acabar a Segunda Guerra Mundial a Itália estava em estado de total agitação social e política. Enquanto foi forçada a ceder parte de seu território à Iugoslávia, a nação italiana cambaleava pelas grandes perdas durante a guerra. O desemprego crescia, ao mesmo tempo, em que a economia encolhia. Os (mais…)

Leia Mais

A aberração do novo protetorado

Por Genaldo de Melo / 18 de julho de 2019 /

Com exceção daqueles que dependem economicamente do governo de Bolsonaro, bem como daqueles que se assumem membros da nova casta do abecedário do analfabetismo político, o resto da sociedade brasileira não somente é contra, mas acha uma aberração o filho de Bolsonaro como embaixador brasileiro nos EUA. Mas é preciso (mais…)

Leia Mais

Os Heróis instantâneos

Por Genaldo de Melo / 12 de julho de 2019 /

Em qualquer sociedade os grupos que se organizam e que se propõem a administrar politicamente a coisa pública, precisam de seus líderes, de seus ícones e de seus heróis. Jamais poderia ser diferente na sociedade brasileira. Os grupos políticos que sempre estiveram no poder no Brasil criam seus líderes da (mais…)

Leia Mais