Valdir Fachini

Valdir Fachini

Natural de Campinas - São Paulo - é Escritor, compositor e cabeleireiro

O fantasma do escravo Tião

Por Valdir Fachini / 4 de novembro de 2016 / Nenhum comentário

       Põe esse negro no tronco e dá vinte chibatadas nele. é o tanto de beijos que ele deu na sinhazinha Eleonor.     Se o capataz soubesse o que mais aquele negro tinha feito com a menina, ele mandava dar duzentas chicotadas e ainda cortava fora os (mais…)

Leia Mais

O MOÇO DA CAMISA ROSA

Por Valdir Fachini / 31 de outubro de 2016 / Nenhum comentário

E lá vinha ele descendo a rua , todo pintoso, cheio de graça e charme com sua camisa cor de rosa. Ele gostava dessa cor, naquela época ,homem que usava roupa rosa, o pessoal chamava de baitola, maricona e mais uma centena de adjetivos, mas ele não tava nem ai. (mais…)

Leia Mais

Calix Bento

Por Valdir Fachini / 17 de outubro de 2016 / Nenhum comentário

Ó Deus salve o oratório, ó Deus salve o oratório, onde Deus fez a morada oiá, meu Deus, onde Deus fez a morada, oiá.     Folia de Reis, Reisado, ou festa de Santo Reis é uma manifestação cultural, religiosa, festiva e classificado no Brasil, como folclore; praticada pelos adeptos (mais…)

Leia Mais

Escrevi o nome dela

Por Valdir Fachini / 8 de outubro de 2016 / Nenhum comentário

     Dezessete pra dezoito anos, acho que eu não tinha mais do que isso, menino bonito, cabelos pretos encaracolados, cara cheia de cravos e espinhas, dentes encavalados, mas perfeitos (naquela época ainda não se usava esses aparelhos cheio de borrachinhas coloridas, o tal do sorriso com grade) eu gostava (mais…)

Leia Mais

O genuflexório

Por Valdir Fachini / 3 de outubro de 2016 / Nenhum comentário

  E lá estava eu, debruçado no genuflexório. Eu tinha jurado a mim mesmo, que nunca faria uma loucura dessas, eu que sempre fui um garanhão convicto, nunca consegui me imaginar ali.    Atrás de mim, um mundaréu de gente dizendo…..bem feito..outro tanto pensando…..conheceu papudo? uma galera cochichando ….ele pensou que (mais…)

Leia Mais

Quem colocou essa caçamba ai?

Por Valdir Fachini / 24 de agosto de 2016 / Nenhum comentário

 Class,Plaft,Cablam, não sei exatamente qual foi o barulho que ouvi,só sei que não gostei, não parecia com um som de música, lembrou um pouco……o carimbador maluco do Raul,mas muito vagamente,também não tinha nada há ver com o barulho de uma flor caindo ao solo ou com o estalar de um (mais…)

Leia Mais

Lucas.13.5

Por Valdir Fachini / 20 de agosto de 2016 / Nenhum comentário

  Minha mulher foi embora, escafedeu-se, deu linha na pipa, não quis nem saber se eu iria sofrer, e olha que eu sofri, nem se preocupou se eu iria chorar, e olha que eu chorei, Ela foi muito má comigo, a maldade que ela me fez, foi quase dez por (mais…)

Leia Mais

A mulher do piolho

Por Valdir Fachini / 14 de agosto de 2016 / Nenhum comentário

Se estou falando que é amarelo é porquê é amarelo, não sou daltônico eu conheço cor, eu sei que é amarelo, girassol não é amarelo, “ouro não é amarelo”, o losango da bandeira do Brasil não é amarelo? Outra coisa, essa figura geométrica da bandeira é losango e não triângulo, (mais…)

Leia Mais

O PENICO

Por Valdir Fachini / 9 de agosto de 2016 / Nenhum comentário

Já fui artigo de luxo, já residi embaixo de camas com colchas de cetim, travesseiros de pluma de ganso, já fui trono de bumbum real, uns bonitos, outros feios, uns com apêndice, outros não.        Nunca reclamei do que era em mim depositado, pois foi pra isso que (mais…)

Leia Mais

CHICO TERREMOTO

Por Valdir Fachini / 26 de julho de 2016 / Nenhum comentário

As pendências com ele eram todas resolvidas na porrada, sem essa de ficar alisando barbado, bêbado, vagabundo, pedinte e vendedor, se ele não fosse com a fuça do sujeito, era só rasteira, pernada, rabo de arraia, cola brinco, soco no zóio, qualquer coisa que fizesse o outro gritar de dor, (mais…)

Leia Mais