23.370 mil bolsas de estudo estão disponíveis para escolas particulares da Bahia

As inscrições são gratuitas e as bolsas contemplam todos os níveis da educação básica

 

Por Jaqueline Vaz/ Assessoria de Imprensa do Educa Mais Brasil

 

Muitos pais e responsáveis já começaram a pesquisar por escolas para matricular os filhos. A maior preocupação é com a mensalidade escolar, seguida de outros itens que também apertam o orçamento familiar, como a lista de material escolar, transporte, alimentação. Uma opção para economizar sem interferir na qualidade do ensino é inscrever o estudante em uma das mais de 23.370 mil bolsas de estudo disponibilizadas para a educação básica na Bahia pelo Educa Mais Brasil.

O programa contempla todos os níveis da educação básica: Berçário, Ensino Infantil, Fundamental e Médio. As bolsas de estudo são de 50% de desconto nas mensalidades para creches e escolas particulares parceiras na capital, região metropolitana e interior. Com esse auxílio, mais de 900 mil pessoas, entre elas crianças e jovens, já foram beneficiadas.

Para a diretora de expansão e relacionamento do Educa Mais Brasil, Andréia Torres, o programa contribui, a partir das bolsas de estudo, com os sonhos de muitos pais em poder oferecerem o melhor aos seus filhos: “A educação é um investimento que deve ser encarado como prioridade, porém está cada vez mais difícil manter o custo de um filho matriculado em uma creche ou escola particular, imagine para quem tem dois ou mais? Com o auxílio do Educa Mais Brasil fica mais fácil, já que a mensalidade cai para a metade do valor, trazendo uma economia bastante significativa até o final do ciclo escolar.”

Outro quesito que faz os familiares se esforçarem para matricular o filho em uma escola particular é a situação da educação no país, a qual pode ser observada em uma pesquisa que faz parte do estudo “Panorama da distorção de idade-série no Brasil”. Mais de sete milhões de estudantes matriculados no ensino fundamental e médio na rede pública estão em situação de “distorção idade-série”, ou seja, possuem dois ou mais anos de atraso escolar. O ensino médio concentra o maior número, com cerca de 2 milhões. Dentre as soluções, a Unicef sugere políticas públicas específicas para combater o fracasso escolar e desenvolver propostas pedagógicas de atenção especial a estudantes em risco de fracasso e abandono escolar.

Em todo país são oferecidas mais de 300 mil oportunidades. As inscrições para as bolsas de estudo são gratuitas e há diversas creches e escolas cadastradas no Educa Mais Brasil em 2019. Para conseguir uma bolsa de estudos de 50%, os interessados devem seguir três passos: acessar o site www.educamaisbrasil.com.br; clicar na modalidade Educação Básica e fazer filtros por cidade, série pretendida ou instituição e turnos específicos; e, por fim, realizar a inscrição informando os dados pessoais e do aluno.

Para consultar a aprovação basta acessar o Portal do Aluno ou entrar em contato com a central de atendimento por meio do telefone 4007-2020, para Capitais e Regiões Metropolitanas, ou 0800 724 7202, para demais localidades (também disponível para WhatsApp), e seguir o passo a passo para realizar a matrícula na instituição em que conseguiu o benefício.

 

Foto de Capa: Divulgação Educa Mais Brasil

Jornal do Sudoeste

Categorias