Skip to content
77 3441-7081 — [email protected]

5 alimentos para melhorar a saúde do seu fígado

Por BBC News Brasil

 

O fígado é um dos órgãos que mais desempenha funções.

É responsável por filtrar o sangue de substâncias nocivas, como álcool e drogas, usa o açúcar como fonte de energia quando seus níveis estão baixos e é uma fonte de suprimento de ferro para o corpo.

E, assim como os excessos podem causar sérios danos a esse órgão (como cirrose ou insuficiência hepática devido ao consumo excessivo de álcool), existem alguns alimentos que podem ajudar a melhorar seu funcionamento.

“Meu conselho é evitar alimentos hepatotóxicos, como gorduras saturadas, frituras e álcool”, diz a nutricionista argentina Magdalena Boccardo à BBC News Mundo, o serviço de notícias em espanhol da BBC.

Confira abaixo cinco alimentos que podem ajudar a melhorar a saúde de seu fígado.

1. Alho

Alho

Alho tem propriedades anti-inflamatórias. Foto: GETTY IMAGES.

O alho tem propriedades que ajudam a regular e melhorar a função hepática.

“O alho possui propriedades anti-inflamatórias que podem ajudar a regular o trabalho do fígado”, diz a nutricionista Grace Fjeldberg no site da Clínica Mayo.

“É aconselhável esmagá-lo e consumi-lo para tirar proveito de suas propriedades”.

O alho, de acordo com especialistas, também é recomendado por seu alto teor de alicina, o que ajuda a limpar o fígado.

2. Maçã

Graças ao seu alto teor de fibras, a maçã também é um ótimo aliado para cuidar do fígado.

Maçã verde

Maçã é considerada um dos alimentos mais completos. Foto: GETTY IMAGES.

“É importante cuidar desse aspecto, porque, entre outras coisas, as proteínas formadas no fígado transportam ferro, vitamina A e cobre para o resto do corpo, no qual nutrientes são necessários”, diz à BBC News Mundo a nutricionista colombiana Sandra Milena Cardona.

Outro atributo da maçã é que ela contém uma grande quantidade de vitamina C, que também atua como antioxidante e protege as células contra danos externos.

Vários especialistas recomendam verduras, para promover maior ação das fibras.

3. Brócolis

O brócolis pode ser um dos alimentos mais odiados pelas crianças e até por alguns adultos, mas não se pode negar que possui grandes propriedades nutricionais.

No caso do fígado, ajuda a neutralizar elementos nocivos que podem afetar seu funcionamento .

“O brócolis é importante porque ajuda a reduzir a síntese de colesterol”, disse Cardona.

Brócolis

Brócolis é rico em vitamina A. Foto: GETTY IMAGES.

Especialistas também indicam que é uma rica fonte de vitamina A, o que impede o envelhecimento das células.

4. Limão

O limão é outra fruta repleta de vitamina C, o que contribui muito para o fígado.

“O suco de limão contém uma grande quantidade de vitamina C concentrada. Um pequeno limão contém um terço da quantidade diária recomendada dessa vitamina”, diz Jill Corleone, nutricionista da Universidade de Nova York (EUA).

Ela destaca um estudo publicado pela US National Health Library que descobriu que o suco extraído dessa fruta possui muitos “antioxidantes que reduzem a inflamação, eliminam os radicais livres e melhoram a capacidade do organismo de processar glicose”.

“Existem vários estudos que o confirmam: o limão contém vitamina C, flavonóides, carotenóides e outros compostos bioativos que combatem os danos oxidativos e protegem o fígado”, acrescenta Corleone.

Abacate

Abacate é grande aliado do fígado, mas deve ser consumido com moderação. Foto: GETTY IMAGES.

5. Abacate

O abacate foi batizado como o “ouro verde” e vem se tornando um dos alimentos mais populares do planeta.

Mas também pode ser um aliado quando se trata de defender o fígado de possíveis danos.

Vários estudos indicam que o abacate é uma grande fonte de gorduras saudáveis, o que pode ajudar na proteção do fígado e na eliminação de substâncias nocivas ou desnecessárias.

“O melhor conselho é que deve haver uma dieta equilibrada e saudável que forneça todos os nutrientes necessários para o fígado”, diz a nutricionista Cardona.

“Uma das principais dicas é o consumo de gorduras saudáveis, como abacate, azeite, nozes e sementes”, conclui.

No entanto, na mesma medida, Cardona ressalta que devemos ter muito cuidado com o consumo em excesso desse tipo de gordura pois, embora saudável, pode causar o chamado ‘fígado gorduroso’, também conhecido como esteatose hepática ou doença hepática gordurosa.

Trata-se de uma condição reversível na qual grandes quantidades de triglicéridos (um tipo comum de gordura) se acumulam de forma anormal nas células do fígado formando grandes vesículas.

Foto de Capa: GETTY IMAGES.

Jornal do Sudoeste

Categorias
Scroll To Top