A reforma trabalhista e as suas causas

A Reforma Trabalhista se trata do instante em que a Consolidação das Leis do Trabalho foi reformulada e houve a mudança de uma variedade dos direitos tanto dos trabalhadores bem como dos deveres dos empregadores com o principal objetivo de que essas relações de trabalho possam se tornar mais flexíveis.

Veja bem, essa reforma muda os mais variados pontos da CLT como, por exemplo, a jornada de trabalho, o período de férias, compensação de horas  e os pagamentos. Com as mudanças da nova realidade após a pandemia do coronavírus há a inclusão de duas modalidades novas de trabalho: o trabalho remoto e o trabalho que permite o empregador de contratar um colaborador para fazer trabalhos esporádicos e segundo a sua demanda. Há também: 

  • Parcelamento de Férias: cada funcionário possuía trinta dias de férias a cada um ano trabalhado e que podia ser dividido em até  duas vezes. Durante os dias de hoje é possível o parcelamento do recesso em até três vezes.

  • Acordos Coletivos: antigamente não havia a validade de acordos trabalhistas. Durante os dias de hoje nenhum tipo de contrato poderá estar contra o direito essencial de cada trabalhador, ainda que se o trabalhador concordar.
  • Jornada flexível: a jornada máxima do trabalhador era de oito horas por dia, no entanto com a obrigatoriedade de no mínimo uma hora de intervalo no caso da jornada ser superior a seis horas durante o dia, Por sua vez, o enorme tempo  que era gasto sem haver a prestação de serviços, apenas no momento em que o trabalhador trocava de roupas ou se deslocava no transporte que muitas empresas poderiam oferecer estavam incluídos nessa mesma jornada de trabalho.

Nos dias de hoje há diversos trabalhos acadêmicos sobre reforma trabalhista bem como vários estudantes optem por realizar um artigo científico sobre a reforma trabalhista. Alguns pontos negativos da reforma trabalhista também podem ser temas de TCC sobre a reforma trabalhista

As reivindicações dos trabalhadores e o papel do sindicato

Na atualidade o sindicato exerce um papel essencial da classe trabalhadora através da luta por uma sociedade mais democrática e justa e com o principal intuito de exigir dos órgãos e das empresas que todos os indivíduos tenham direitos tanto individuais bem como coletivos.  

Por infelicidade, é bastante comum que cada trabalhador não tenha noção da grande importância do papel que o sindicato pode desempenhar em sua própria carreira e como pode ter influência nas suas condições de trabalho.

Veja bem, várias conquistas e benefícios que a sociedade possui nos dias de hoje foram através de muitos anos de luta e de dedicação das organizações sindicais que auxiliaram na carreira de cada um dos trabalhadores. Por esse motivo é imprescindível o conhecimento ao longo da história sobre todas as conquistas e avanços pode ajudar no entendimento do papel do sindicato na sociedade em que nós vivemos. 

No Brasil, com a finalidade da luta pela lei da reforma trabalhista, os sindicatos são atores no quesito social que fazem a reivindicação e tem como objetivo organizar a classe dos trabalhadores em um contexto democrático e de representatividade. 

Muitas pessoas tem interesse em estudar sobre as causas trabalhistas e usam tanto um modelo como um resumo desse tema para realizar a sua monografia ou a sua tese de conclusão de curso. 

A importância de sindicato no Brasil 

No Brasil o movimento sindical funciona  a partir da união dos líderes da classe dos trabalhadores procuram trazer perspectivas diferentes para os profissionais que podem estar filiados às entidades ou não.

Pois bem, o sindicato não trata somente de problemas coletivos, decorrentes do exercício da própria profissão,acima de tudo essa instituição tem preocupações com o papel que cada pessoa exerce na sociedade e os direitos que cada trabalhador possui durante o tempo em que são cidadãos além de ter como principal função a ação que pode ser direcionada para as questões que vão muito além da profissional. É fundamental para a representação dos interesses e dos direitos de cada indivíduo. 

Os Sindicatos têm como principal destaque a realização de acordos coletivos, a intervenção nas ações judiciais, orientar cada trabalhador sobre as questões trabalhistas, a organização também pode participar da elaboração da leis do trabalho e, acima de tudo, auxiliar e encaminhar as denúncias de questões trabalhistas.

Acima de tudo, uma das principais preocupações do movimento sindical é a condição de trabalho de cada trabalhador uma vez que esse tema sempre ganhou muita importância na evolução das organizações.

No Brasil o movimento das organizações sindicais funciona a partir da união de líderes de classes trabalhistas que juntos buscam trazer novos benefícios para os profissionais, sejam eles filiados à entidade ou não. A extrema relevância dessas organizações podem auxiliar na obtenção de uma melhor condição de vida e de trabalho além de aprofundar a questão democrática do nosso país.

Algumas dicas para escrever trabalho universitário podem ajuda na realização de trabalhos sobre a reforma trabalhista no Brasil um tema bastante recorrente em um projeto de TCC. Outro tema muito comum em trabalhos universitários é sobre o direito do trabalho e quais são as condições a que os trabalhadores são submetidos. 

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,