Acreditar

Acredito piamente na existência de Deus. Não aceito, sequer, discutir sobre isso, mesmo com todo o respeito que tenho sobre as diversas opiniões das pessoas. Se alguém pensa diferente disto, há quem queira conversar. Não eu. O Papa Francisco falou que, embora ele tenha certeza da existência de Deus, não temos prova concreta da existência d’Ele. Isto não significa existir ou não, mas eu creio em DEUS.

Percebo que Deus está presente no alimento que nutre nossos organismos, na água que sacia a nossa sede e no ar que respiramos. É a própria vida. É a nossa existência. É o sorriso que exprime e produz alegria. É o choro do bebê que implora pelo leite materno. É o abraço de quem se despede pela saudade de uma ausência iminente e, também, pela presença de alguém desejado que chegou. Deus é o sol que brilha na imensidão do espaço e aquece as plantas que dão frutos deliciosos. Deus é os oceanos. Que grandeza! Quanta riqueza! Sem o seu sal não seríamos ninguém. Sua brisa saudável conforta. E no fundo do mar, seus habitantes povoam as águas que os alimentam, para que possam alimentar outros e mais outros e nós, também. Incomparável. Demais!

Como alimento de minha fé, gosto de observar a natureza. É tudo muito interessante. Não há outra explicação, senão a marca da presença de Deus na terra. Sua influência no processamento da vida, aqui. Diante de alguns fatos importantes e inexplicáveis, ouço falarem: “tem o dedo de Deus”. A deslumbrância da vegetação mesmo, bem observada, deixa-nos boquiabertos. A variedade das plantas, que embelezam e confortam, muitas delas até medicinais.   Plantas que  curam doenças,  como  a   erva-cidreira,  o boldo, a sucupira, umburana macho. As mulheres para ficarem mais bonitas se esqueceram do abacaxi. Combate a celulite. O barbatimão é antibacteriano, fungicida e cicatrizante. Quem não tiver creme dental, folha de juazeiro. Para os homens com incapacidade sexual, verga-tesa ou catuaba. Alho, limão. Meu Deus! Como é pródiga a nossa flora. Tem planta para abrir o apetite e para inibí-lo também. Planta que engorda e planta que emagrece. São muitas e inumeráveis as espécies.

A natureza é tão sábia que fez a mesma planta com qualidades diferentes, quando em regiões diferentes, onde as pessoas são diferentes.

Do mesmo chão que brota e cresce uma planta que produz laranja, nasce e cresce outra planta que produz maçã, ou uva, banana, abacate e tantas outras frutas mais. Cada uma contém alguma substância ou vitamina que faz bem à saúde. E as flores? Como esquecermo-nos delas! Como não ver o milagre delas? Suas formas diversas e maravilhosas vieram para nos encantar. A flor do maracujá mesmo é um projeto da natureza elaborado com tantos requintes e cuidados, que desafia a compreensão humana. Tão grande é a variedade de orquídeas  que  algumas  são  até  raras.  Levam–nos, por curiosidade, a encontrá-las lá, bem escondidinhas, num encontro de pedras onde brota água cristalina que invoca baixinho os cuidados de quem chega lá.

Deus é tudo isto e muito mais. Faz-se presente nas famílias. Nos pais que acordam com pressa e sobressaltados para não perderam o horário do trabalho, cujo fruto é o sustento de suas proles. Nas mães que submetem seu descanso, seu lazer, sua alegria e até sua fome como sacrifício para o bem-estar do filho. Nos filhos que, assim como a formiga que cria asas, voa para deslumbramento dos pais.

Deus se faz presente em todos os profissionais que montam toda esta estrutura terrena que nos dá condições de sobreviver. No engenheiro que projeta nossas casas. No pedreiro que levanta as paredes, embeleza a construção, fecha as portas, entrega e vai-se embora. No auxiliar do pedreiro que lhe abastece de todas as necessidades para construir. Nos homens da justiça, que equilibram nossos interesses. Nos profissionais da saúde. Ajoelho-me frente a eles. Contribuem na formação da vida. Prolongam o ciclo dela, criam o bem-estar das pessoas, aliviam as dores e, muitas vezes, conduzem a morte para depois. Deus se faz presente até no abutre que se alimenta de uma carne sem vida, para limpar a terra.

 Deus é a força que impulsiona na escalada ao topo da felicidade. Por isto é que nenhum combustível melhor do que acreditar.

Júlio César Cardoso

Júlio César Cardoso

Bacharel em Direito e servidor federal aposentado. Balneário Camboriú-Santa Catarina.
Categorias