Agência humanitária auxilia famílias afetadas pelas enchentes na Bahia

Além de doar água mineral e toneladas de cimento para reconstrução de casas, agência prevê distribuição de auxílio emergencial

Por: ADRA Brasil

Distribuição de água mineral, coleta e distribuição de alimentos, aquisição e doação de kits de higiene e limpeza, análise para a entrega de auxílio emergencial para famílias. Com presença em mais de 130 países, a Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA) foi uma das primeiras agências humanitárias internacionais a chegar à região da Bahia castigada pelas enchentes. Com apoio de doadores e voluntários, a resposta à emergência já beneficiou quase 10 mil famílias castigadas pelas chuvas que deflagraram a maior crise ambiental da história do Estado.

As ações realizadas pela ADRA envolveram até agora:

• Entrega de 43 mil litros de água para beber.

• Apoio da Ação Solidária Adventista, que abriu igrejas para acomodação, arrecadação e distribuição de roupas e alimentos.

• Distribuição de refeições diárias.

• Campanha para entrega de 6 toneladas de cimento para reforma e reconstrução de casas.

Kits de material de limpeza

A ADRA divulgou a doação de kits sanitários para mais de 1 mil famílias afetadas pelas enchentes.

A agência entregou 1.020 kits de material de limpeza e higiene para famílias que tiveram as casas castigadas pela água e lama.

Cada família beneficiada com o kit recebeu os seguintes itens:

• 5 litros de água sanitária

• 5 litros de insumos para limpeza pesada

• 5 litros de detergente

• 5 litros de desinfetante

• 5 panos de chão

• 1 vassoura

• 1 balde com capacidade de 10 litros

• 1 rodo

• 1 saco com embalagens para recolhimento de lixo

Uma avaliação que está sendo realizada agora é a entrega de um auxílio emergencial em cota única para famílias em situação de maior vulnerabilidade. A medida está sendo estudada e deve ser implantada nas próximas semanas. “Temos recursos de doadores desta ação de emergência e estamos avaliando para alcançar o maior número possível de famílias”, disse Leonardo Mendes, diretor regional da ADRA para o Estado da Bahia.

 

 

 

Foto de Capa: Divulgação

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,