Agricultores de Ceraíma e Estreito receberão assistência técnica e extensão rural

Por Codevasf
Cerca de 300 agricultores familiares dos projetos públicos de irrigação de Estreito e Ceraíma, no Médio São Francisco baiano, serão beneficiados com serviços de assistência técnica e extensão rural e gerencial. A ação é resultado de uma parceria entre Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Federação da Agricultura e Pecuária da Bahia (Faeb) e  Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).
A assistência técnica e extensão rural e gerencial será oferecida por um período de quatro anos. No projeto de Ceraíma, os serviços começaram na terça-feira (11/2) com reunião no Conselho de Administração da Cooperativa Agrícola de Ceraíma entre produtores e técnicos do Senar, da 2ª Superintendência Regional da Codevasf, sediada em Bom Jesus da Lapa, e do Escritório de Apoio Técnico da Companhia em Guanambi. Na quarta (12/2), a reunião ocorreu no projeto público de irrigação de Estreito.
“Demos início a esse fundamental instrumento para a produção agrícola irrigada nos projetos públicos de irrigação, em específico de Ceraíma e Estreito. Pela importância, fiz questão de trazer todos os nossos técnicos da área de irrigação da 2ª Superintendência Regional para acompanharem o início das atividades. Desejamos estender essa parceria para outros projetos”, afirmou Harley Nascimento, superintendente regional da Codevasf em Bom Jesus da Lapa.
No primeiro momento serão atendidas 300 propriedades, sendo 120 irrigantes do Projeto Público de Irrigação de Ceraíma, localizado no município de Guanambi, e 180 irrigantes do Projeto Público de Irrigação de Estreito, localizado nos municípios de Urandi e Sebastião Laranjeiras.
“A Codevasf dará o apoio logístico e operacional para que os técnicos contratados possam prestar o serviço da melhor maneira possível para os produtores dentro dos dois projetos. Esses irrigantes não tinham acesso a um serviço como esse desde 2013. Agora, voltam a ser beneficiados, de forma gratuita. Vale frisar que a assistência também será voltada para o aspecto gerencial, o gerenciamento do lote será acompanhado. Os produtores enxergarão o lote como um negócio propriamente dito. É uma novidade importante”, disse Hudson Faria, chefe do Escritório de Apoio Técnico da Codevasf em Guanambi.
A assistência técnica e extensão rural e gerencial beneficiará atividades relacionadas às produções de mamão, goiaba, pinha, manga, banana, mandioca e da pecuária leiteira. “Essa parceria com CNA, Faeb e Senar surgiu a partir de um entendimento entre a 2ª Superintendência Regional da Codevasf, a Unidade de Apoio à Produção, da Área de Gestão dos Empreendimentos de Irrigação da Companhia, e representantes dessas instituições”, explicou Hudson Faria.
“Uma coisa que me agrada muito é ver as diferentes instituições envolvidas. O sentimento da cooperação deve ser partilhado em todos os setores da sociedade, pois ninguém faz nada sozinho. A nossa missão é fazer esse programa bem-feito. É prestar uma assistência técnica de qualidade, procurar mobilizar os produtores para que procurem e consigam vender bem os seus produtos e, consequentemente, movimentar a economia da região. Que façamos muito bem-feito com esses 300 primeiros produtores para que sirva de estímulo para muito mais”, comentou Humberto Miranda, representante da Faeb/Senar.
O superintendente regional da Codevasf ainda destacou a recuperação do projeto Ceraíma. “É muito gratificante, para um gestor público, ter início, meio e fim, em todas as ações que lhe são incumbidas. E Ceraíma foi um grande desafio para a Codevasf, porque o perímetro estava em uma situação muito complicada. Hoje, está pronto, irrigando e produzindo. É o perímetro público implantado pela Codevasf com maior eficiência em irrigação”, comemorou Harley Nascimento.
Formoso
Na terça-feira (11), também foi realizada uma reunião no Projeto Formoso, outro projeto público de irrigação implantado pela Codevasf no município de Bom Jesus da Lapa. No encontro, foi decidida a implantação dos serviços de assistência técnica nos mesmos moldes para produtores do projeto.

Jornal do Sudoeste

Categorias