Alan Vieira encerra mandato com execução do maior volume de obras da história recente de Riacho de Santana

Por Lucimar Almeida ([email protected])

 

Prefeito de Riacho de Santana, Alan Antônio Vieira (PSD): “Vou entregar ao próximo prefeito uma cidade equilibrada financeiramente, organizada e com muitas obras realizadas e sendo executadas”. Foto: Lucimar Almeida.

 

 

Em entrevista exclusiva ao JS, na manhã do último dia 12, o prefeito de Riacho de Santana, Alan Antônio Vieira (PSD), fez um balanço dos últimos quase quatro anos e sete meses de mandato, destacando como sua gestão promoveu uma significativa transformação na realidade do município e, por consequência, na melhoria da qualidade de vida da população.
Segundo o prefeito, diferentemente do que aconteceu quando assumiu o mandato, em maio de 2016, vai entregar a Prefeitura com um expressivo volume de ações e obras já realizadas, muitas intervenções urbanas e rurais em execução, a máquina administrativa organizada e as finanças equilibradas. “Diferente do que aconteceu quando assumi, a princípio interinamente, nos obrigando a trabalhar não apenas para dar seguimento à gestão, mas principalmente para resgatarmos a credibilidade do ente público, vou passar o comando da Administração Municipal para o prefeito eleito uma cidade organizada administrativamente, equilibrada financeiramente e com muitas obras realizadas e sendo executadas. Tenho consciência de que não conseguimos atender a todas as expectativas e demandas da população riachense. Até porque, acredito, nenhum gestor, principalmente de municípios de pequeno e médio portes e que não dispõem de fontes próprias de financiamento, como Riacho de Santana, vai conseguir, em quatro anos, esgotar as demandas da população urbana e rural. Mas saio com a consciência do dever cumprido, com a certeza de que nossas ações foram pautadas respeitando os princípios constitucionais da probidade, da moralidade e da eficiência – está, evidentemente, dentro das nossas limitações orçamentárias”, pontuou Alan Antônio Vieira.
O social democrata reforçou que suas afirmativas podem ser facilmente confirmadas nos quatro cantos do município, que receberam o maior volume de obras de infraestrutura urbana e rural da história recente de Riacho de Santana. “Executamos um expressivo volume de investimentos de infraestrutura no município, calçando e asfaltando vias; implantando sistemas de drenagem na sede e zona rural; implantando sistemas de abastecimento de água; promovendo a abertura de poços artesianos e a limpeza de aguadas; reformando, ampliando e construindo Unidades Escolares e equipamentos de uso comunitário e áreas de lazer, entre outros”, reforçou o prefeito, acrescentando que chega ao final do mandato com o município saneado e muito distante do caos administrativo e financeiro que herdou do antecessor.
“Encontramos diversas inadimplências e conseguimos sanar todas, para que o município pudesse viabilizar seus projetos e, temos recebido, de membros do Governo do Estado, parlamentares e prefeitos, elogios também pela forma como administramos o município, sem perseguições e buscando sempre o equilíbrio para elaborar projetos que atenderam à demandas da nossa gente e sendo intransigentes na defesa dos interesses de Riacho de Santana quando batemos às portas do governador e dos secretários para reivindicar ações e recursos”, apontou o prefeito, lembrando ainda que compensou, no início, a inexperiência no Executivo com a determinação e o comprometimento com a população riachense. “Nosso compromisso com Riacho de Santana foi determinante para que pudéssemos superar as dificuldades e o desafio de administrar insatisfações pontuais da população para garantir o ritmo de desenvolvimento que o município, na sua história recente, jamais havia experimentado”, ponderou Alan Vieira.
O prefeito destacou, ainda, que importantes obras não foram iniciadas por conta de uma Ação impetrada na Justiça impedindo a formalização do Contrato entre a Prefeitura Municipal e a Caixa Econômica Federal, no âmbito do Programa Finisa (Financiamento à Infra-instrutora e ao Saneamento), no valor de R$ 2 milhões, que deveriam estar sendo utilizados na execução das obras de pavimentação de diversas vias públicas dos Bairros Alto da Cerâmica, Belém e Imperial e dos Povoados de Campinas, Laguna e do Pau Sangue. “Lamentamos que as obras, demandas históricas da população das localidades que deveriam estar sendo beneficiadas, não estejam sendo realizadas por conta de uma Ação proposta na Justiça, que nos impediu de formalizar a operação e dar início às intervenções. Importante ressaltar que a assinatura do convênio com a Caixa apenas foi conquistado graças ao trabalho que desenvolvemos, às inúmeras viagens feitas a Brasília e a Salvador para que pudéssemos conseguir tornar o município, que recebemos inadimplente e com o nome sujo, apto para contratar com os Governos Federal e do Estado. Tentaram, ao ingressar na Justiça, atingir o prefeito, mas na verdade prejudicaram a população”, lamentou.
Ao concluir, o prefeito Alan Vieira destacou ainda que termina seu mandato com a serenidade de quem trabalhou incansavelmente na busca por uma Riacho de Santana mais próspera e melhor para se viver e, que sua disposição em busca do bem estar da população riachense, vai alem do cargo de prefeito. “Continuarei sendo um soldado disposto a contribuir com Riacho de Santana”, encerrou.

Algumas das ações realizadas pela gestão do prefeito Alan Antônio Vieira:

EDUCAÇÃO

Fotos: Divulgação/ Ascom PMRS.

 

• Construção de Creche Municipal do Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil (Proinfância), no Bairro Jardim Imperial, no valor de R$ 1,8 milhão, financiada com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE);

• Construção do Colégio da Comunidade de Mato Verde (em andamento), com investimentos da ordem de R$1,7 milhão;

• Construção de uma Escola Municipal no Bairro Belém, com 12 salas de aulas, quadra poliesportiva coberta, auditório, refeitório e laboratórios, com investimentos da ordem de R$ 3,6 milhões;
• Construção de quadra poliesportiva coberta no Povoado de Vesperina;
• Cobertura da quadra poliesportiva no Povoado de Santa Rita;
• Reforma, ampliação e climatização do Colégio Municipal João Meira, no Povoado do Cedro;
• Reforma, ampliação e climatização do Centro de Educação Infantil do Bairro Belém;
• Reforma, ampliação e climatização do Centro de Educação Infantil da Comunidade do Agrestinho;
• Reforma, ampliação e climatização do Colégio Maria da Glória Cardoso, no Povoado de Campinas;
• Reforma, ampliação e climatização do Colégio Municipal do Distrito de Botuquara;
• Reforma, ampliação e climatização do Colégio Municipal Arnaldo Cardoso, na sede municipal;
• Reforma, ampliação e climatização do Colégio Municipal Crispim Alves dos Santos, no Povoado da Mata;
• Reforma, ampliação e climatização do Colégio Municipal Maria Amaral Guimarães Gondim, na sede municipal (obras sendo executadas);
• Reforma, ampliação e climatização do Colégio Municipal do Povoado de Laguna (obras sendo executadas);
• Reforma, ampliação e climatização do Colégio Municipal José Alves da Costa, no Povoado do Gado Bravo (obras sendo executadas);
• Reforma, ampliação e climatização do Colégio Municipal Marciano Antônio Batista, no Povoado de Vesperina (obras sendo executadas);
• Reforma e climatização do Auditório do Colégio Municipal Maria Amaral Guimarães Gondim, na sede municipal (obras sendo executadas).

 

SAÚDE

• Investimentos no Hospital e Maternidade Municipal Amália Coutinho:
– Reforma da Enfermaria;
– Construção de nova Sala de Raios-X;
• Aquisição de um novo Aparelho de Raios-X;
• Aquisição de 01 (uma) Seladora Grau Cirúrgico, 06 (seis) Ares-condicionados, 05 (cinco) Cadeiras de Rodas Adulto, 05 (cinco) Mesas de Exame Clínico, 01 (um) Carro de Emergência, 03 (três) Oxímetros de Pulso com sensor de SpO2 (tipo Samu), 45 (quarenta e cinco) Camas Hospitalares Fawler Mecânica (Leito), 42 (quarenta e duas) Escadas com 2 degraus, 02 (duas) Bombas de Infusão, 41 (quarenta e um) Suportes de Soro, 01 (um) Ventilador Pulmonar Pressométrico e Volumétrico, 02 (dois) Ventiladores Pulmonares Portáteis, 01 (um) Revelador de Filme de RX, 04 (quatro) Focos Refletores Ambulatoriais, 01 (uma) Centrífuga de Roupas – capacidade para 30kg, 02 (duas) Secadoras de Roupas Hospitalares, 01 (um) Amnioscópio, 02 (duas) Poltronas Hospitalares, 02 (dois) Computadores Desktop, 01 (um) Berço Aquecido, 01 (um) Aspirador de Secreção Elétrico Móvel, 01 (uma) Balança Antropométrica, 06 (seis) Incubadoras, 02 (duas) Incubadoras de Transporte Neonatal, 02 (dois) Negatoscópios de parede – um corpo, 08 (oito) Reanimadores Pulmonar Manual (Ambu), 01 (uma) Régua de Gases de Parede, 01 (um) CPAP – Equipamento de Pressão Positiva, 01 (um) Carro Maca Simples, 01 (uma) Mesa Cirúrgica Elétrica, 05 (cinco) Detectores Fetais, 01 Cama Hospitalar para Parto (PPP), 02 (duas) Banquetas Verticais para Parto, 01 (um) Compressor Odontológico, 01 (um) Fotopolimerizador de Resinas, 01 (um) Mocho, 01 (uma) Mesa de Mayo, 01 (um) Armário Vitrine, 02 (duas) Geladeiras, 01 (um) Televisor, 01 (um) Autoclave Horizontal de Mesa, 01 (uma) Mesa Ginecológica, 01 (uma) Central de Nebulização;
• Aquisição de cinco Ambulâncias, das quais duas tipo Van.

INFRAESTRUTURA URBANA

 

 

• Pavimentação Asfáltica de Ruas no Bairro Jardim Imperial;

• Pavimentação asfáltica de Ruas no Bairro Alto da Boa Vista;
• Pavimentação Asfáltica da Rua de acesso ao Bairro Belém;
• Pavimentação Asfáltica em diversas Ruas no Bairro Belém (obra em andamento);
• Pavimentação das Ruas no Bairro Mato Verde (Em execução);
• Pavimentação em paralelepípedos de 36 Ruas e Travessas nos Bairros Alto da AABB, Vila Maria, Mato Verde, Peral e Belém;
• Construção da quadra poliesportiva do Bairro Alto da Boa Vista;
• Construção de quadra poliesportiva no Bairro Vila Maria;
• Construção do Ginásio de Esportes (em andamento);
• Reforma da Praça Licurgo Araujo (em andamento);
• Construção de Ginásio de Esportes (em andamento);
• Reforma da Praça da Rodoviária (em andamento).

INFRAESTRUTURA RURAL

 

 

 

• Pavimentação asfáltica dos 2,7 quilômetros da estrada que liga a BR 430, na sede, ao Distrito de Botuquara;

Construção da Praça do Distrito de Vesperina;
• Construção de Quadra Poliesportiva coberta no Distrito de Vesperina;
• Construção de passagem molhada na localidade de Laranjeira;
• Pavimentação asfáltica de Ruas no Distrito de Vesperina;
• Cobertura da quadra poliesportiva no Povoado de Santa Rita.
• Construção da Praça Padre Aldo Lucchetta no Distrito de Vesperina;
• Construção de Praça no Povoado da Laguna (em andamento);
• Construção da Praça no Povoado do Agreste.
• Construção da passagem molhada na Comunidade do Cigano;
• Construção da passagem molhada na Comunidade da Laranjeira.

RECURSOS HÍDRICOS

• Perfuração e instalação de poções tubulares em diversas Comunidades, financiados com recursos próprios e de convênios celebrados com o Governo do Estado;
• Abertura e limpeza de 92 aguadas em diversas Comunidades do interior do município.

Jornal do Sudoeste

Categorias , ,