Antecipação do BPC e auxílio-doença é prorrogado até outubro. Entenda.

Segundo decreto, medida é válida até de 31 de outubro deste ano

 

Por Paulo Oliveira/ Agência Brasil 61

 

Por meio de decreto, o presidente Jair Bolsonaro prorrogou  a antecipação do pagamento do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e do auxílio-doença pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A prorrogação é válida até 31 de outubro deste ano.

O Ministério da Economia justificou a decisão pelo fato das agências do INSS estarem fechadas devido à pandemia da Covid-19. Por conta disso, O pedido de auxílio-doença passou a ser feito pela internet, devido ao fechamento das agências do INSS.

O BPC é um benefício que totaliza o valor de um salário mínimo concedido a idosos a partir de 65 anos e pessoas com deficiências que comprovem baixa renda. Devido à pandemia, o governo decidiu antecipar o pagamento de R$ 600 do auxílio às pessoas que ainda aguardam análise do benefício.

Para mais informações, acesse: www.inss.gov.br/.

Foto de Capa: Marcelo Camargo/ Agência Brasil.

Jornal do Sudoeste

Categorias ,