Anvisa conclui triagem inicial de documentos para autorizar uso emergencial da vacina de Oxford e da CoronaVac

Trata-se de uma triagem inicial, feita nas primeiras 24 horas para verificar se as informações essenciais sobre eficácia e resultados clínicos estão no processo para análise de uso emergencial pelas equipes técnicas

 

Por Marquezan Araújo/ Agência Brasil 61

 

A Anvisa concluiu, neste sábado (9), a triagem inicial dos documentos submetidos pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para autorização de uso da vacina de Oxford de forma emergencial. A partir de agora, a equipe técnica vai intensificar a análise das informações e dados apresentados pela Fiocruz.

Trata-se de uma triagem inicial, feita nas primeiras 24 horas para verificar se as informações essenciais sobre eficácia e resultados clínicos estão no processo para análise de uso emergencial pela equipe técnica da Anvisa.

Além disso, a agência também concluiu a triagem dos documentos submetidos pelo Instituto Butantan para autorização de uso emergencial da vacina CoronaVac. Os documentos foram recebidos na última sexta-feira (8).

A Anvisa solicitou, ainda, a apresentação dos documentos técnicos faltantes, previstos no Guia 42/2020, que aborda os requisitos para submissão de solicitação de autorização temporária de uso emergencial das vacinas.

A submissão dos documentos estabelecidos no Guia é condição necessária para viabilizar a avaliação, a conclusão e a deliberação sobre a autorização de uso emergencial das vacinas.

Foto de Capa: Arquivo/ EBC.

Jornal do Sudoeste

Categorias ,