Aprovado pela 3° vez em medicina com 14 anos, Caio Temponi ensina técnicas de memorização

Por: MF Press Global
O jovem Caio Temponi, que é um adolescente que coleciona aprovações, acabou de conseguir mais um feito: passou em medicina pela terceira vez, dessa vez aos 14 anos para a Unipê. O jovem, inclusive, também compartilhou algumas dicas de memorização que o ajudam no processo de aprendizagem.
As dicas de memorização estão no estudo do professor e Pós PhD em Neurociências, eleito membro da Sigma Xi, The Scientific Research Honor Society, Dr. Fabiano de Abreu Agrela, que também é conhecido pelo alto QI e pelos mais de 40 estudos publicados sobre inteligência.
De acordo com o estudo citado por Caio, existem exercícios que podem ajudar a aumentar a quantidade de informação que conseguimos memorizar, como também reduzir a possibilidade de desenvolver algum déficit de memória no futuro.
“No entanto, para quem está em época de fazer exames e provas, há algumas técnicas que quando bem aplicadas é garantida que darão os melhores resultados para a pessoa. Uma das mais importantes delas é a repetição, que pode ser feita tanto na escrita quanto de forma oral. Mas atenção: Repetição demais vai gerar um grande esforço no cérebro, daí é fundamental que haja momentos de pausas. O melhor de tudo é que estes intervalos vão possibilitar um aumento da produtividade da pessoa”, diz trecho do estudo.

Ainda conforme o artigo, outra ferramenta indicada é pegar o conteúdo daquele exame e ensinar ou esclarecer as dúvidas de outra pessoa sobre aquele assunto. Isso vai ajudar a guardar ainda mais os conhecimentos e vai te dar mais confiança e domínio sobre o tema.

Segundo o estudo existem várias técnicas para aprender a memorizar mais facilmente e rapidamente os conteúdos para qualquer exame, mas as que Caio mais usa são:

Gravar

“Use um gravador de áudio e guarde ali a memória. Isso será útil para reter as informações mais importantes. Além disso, leia em voz alta os textos, isso vai ajudar a guardar as informações. Depois disso você poderá ouvir aquilo que foi gravado para relembrar e guardar mais informações. Faça um podcast do seu estudo, sem precisar publicá-lo para os outros e sim, para si mesmo.”
Escrever aquilo que se lembra
“Após decorar o texto, conforme descrito no item anterior, aproveite agora e escreva tudo aquilo que ficou guardado na sua memória. Essa é uma maneira de reforçar ainda mais a memorização daquele conteúdo. Para estudantes universitários, montar artigos científicos, TCC, do que está estudando pode ajudar neste reforço. E para os demais estudantes, além de reforço de memória, também ajuda no aperfeiçoamento da escrita.
Caso não recorde, busque as referências e reforce seu aprendizado.”
Ensinar alguém
“Se existe uma maneira boa para verificar se você conseguiu memorizar aquele conteúdo é ensinando aquilo para outra pessoa. Você vai conseguir lembrar o que lhe foi ensinado e saberá passar para outra pessoa. O seu cérebro certamente vai conseguir reter ainda mais aquelas informações. Caso não consiga, isso também é muito bom, pois vai te incentivar a rever o conteúdo para consertar o erro e fornecer a informação correta e completa.”
Trajetória de Caio
Em outubro Caio também foi aprovado para medicina em outra faculdade. Caio foi aprovado na última edição do vestibular da Universidade de Fortaleza (Unifor), de medicina, mas não parou por aí. A aprovação mais recente foi para o curso de Engenharia Civil na Universidade Federal do Cariri (UFCA). Além dessas, o jovem passou em primeiro lugar para o curso de direito na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

O adolescente também já foi classificado em primeiro lugar no vestibular para Administração na Universidade Estadual do Ceará (UECE) e, em 2021, também ficou em primeiro lugar no exame da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (Epcar), em Barbacena (MG), acertando todas as questões. Agora se prepara para o concurso do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA).

O currículo de aprovações segue logo de acabar. É que, ainda neste ano, o estudante foi medalha de ouro na 28ª Olimpíada Internacional de Matemática de Maio, na categoria até 13 anos. Ele concorria com estudantes de outros 12 países e foi o único brasileiro a conquistar tal façanha e, de quebra, alcançou a maior nota do exame, 44 pontos, contra 34 dos segundos colocados.

Recentemente, Caio também passou nas primeiras colocações (13º lugar) no concurso da Academia das Forças Aéreas (AFA).

Foto de capa: Divulgação

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,