Arcos Dorados tem 81% das oportunidades de promoção para cargos de liderança em seus restaurantes conquistadas por pretos e pardos no Brasil

Franquia do McDonald’s na América Latina e Caribe divulga dados em celebração ao Dia da Consciência Negra

Por: Gisele Almeida

Novembro de 2021 – A Arcos Dorados, franquia responsável pela operação do McDonald’s na América Latina e Caribe, teve 81% das oportunidades de promoção para cargos de liderança na rede conquistadas por pessoas negras entre 2020 e 2021. Além deste recorte, considerando todo o quadro de funcionários da empresa, 61% dos que foram promovidos no último ano se identificam como pretos ou pardos. A companhia celebra os números em reconhecimento ao Dia da Consciência Negra, no próximo dia 20.

 

Os últimos meses foram marcados por grandes avanços da Arcos Dorados em promover a inclusão social e a igualdade de oportunidades, com a integração do pilar Diversidade e Inclusão à estratégia de atuação ESG da companhia, chamada Receita do Futuro. Um reflexo desse movimento, no Brasil, foi a criação da Diretoria de Gente, Diversidade e Inclusão e a nomeação do executivo Fábio Sant’Anna para liderar a área, reforçando o compromisso da rede em oferecer um ambiente de trabalho com equidade para todos.

 

No início do ano, a Arcos Dorados anunciou sua adesão ao MOVER, um movimento formado por 46 empresas de diversos segmentos, com o objetivo de gerar uma transformação em prol da equidade racial e combate ao racismo, agindo de forma conjunta e propositiva com toda nossa cadeia de valor perante a sociedade. Uma das metas desse movimento é gerar, juntas, 10 mil novas posições para pessoas negras em cargos de decisão até 2030.

 

“Somos um dos maiores geradores de primeiro emprego formal da região e temos consciência de nossa responsabilidade em promover um ambiente de trabalho seguro, diverso e respeitoso. Além disso, estamos trabalhando constantemente para oferecer a igualdade de oportunidades para todos, incluindo a ascensão de carreira para cargos de liderança de pessoas negras em nosso quadro, contribuindo com a luta antirracista no mercado de trabalho”, comenta Fábio Sant’Anna, Diretor de Gente, Diversidade e Inclusão na Divisão Brasil da Arcos.

 

Há cerca de três anos, em toda América Latina e Caribe, a companhia conta com um Comitê de Diversidade e Inclusão, que tem o propósito de conscientizar os funcionários sobre o respeito às individualidades. Entre as ações internas relacionadas à equidade racial, está a realização de treinamentos e distribuição de conteúdos educativos. Atualmente, 60% dos colaboradores da rede se declaram como pretos ou pardos.

 

A história de Jaqueline com o McDonald’s iniciou em 2002, aos 16 anos, após o falecimento dos avós, que eram mantenedores da casa. Jaqueline buscou oportunidades para contribuir com a renda familiar, enquanto continuava a se dedicar aos estudos, graças ao incentivo da mãe. “Minha família sempre diz que tem orgulho de mim, da referência e da representatividade que possuo. Eu não acreditava em meu potencial, nunca imaginava chegar onde cheguei, mas hoje olho para trás e percebo o quão imensas são as possibilidades. Só precisamos deixar o medo de lado e encarar os desafios”, comenta. 

 

Nesse período, uma amiga indicou a Jaqueline que o McDonald’s poderia ser uma possibilidade. Encantada com o restaurante, ela afirma ter ficado surpreendida ao ser contratada no mesmo dia da entrevista. “A ficha não caia. Como uma garota que ainda estudava e sem experiência, seria contratada por uma empresa norte-americana? Mas essa oportunidade foi o início de uma trajetória com muitos desafios e cheias de vitórias extraordinárias”, conta. Em março de 2022, Jaqueline completará 20 anos de companhia. “Tenho um imenso orgulho dessa trajetória até agora, mas sei que ainda tenho mais conquistas para alcançar”, celebra. Nesse período, passou pelos cargos de Atendente, Treinadora, Coordenadora de Qualidade, Gerente de Plantão, Coordenadora Administrativa e Gerente de Unidade.

 

Formada em Administração Geral, graças a uma bolsa integral conquistada pelo ProUni, Jaqueline também fez MBA em Gestão de Pessoas. “São muitas conquistas. Na época de atendente, colecionei vários títulos de ‘Destaque do Mês’. Como Gerente de Unidade de Negócio, já ganhei um prêmio como uma das melhores gerentes da América Latina e recebi o prêmio em Chicago, nos EUA. Já concedi entrevista para um jornal contando a minha história, que também foi contada em um vídeo produzido pelo McDonald’s que passou na Convenção Nacional de Gerentes. Já recebi várias homenagens por ser protagonista no negócio como mulher e negra”, relata. “O McDonald’s é a empresa que dá oportunidade a todos, igualmente. É uma verdadeira escola e, como aluna, posso dizer em alto e bom som que ela me deu oportunidade para que eu pudesse desenvolver o meu talento”, comenta. “Hoje como líder, busco ser a referência que os meus colaboradores precisam, para influenciar a mudar suas vidas e de seus familiares, da mesma forma que a vida da minha família foi transformada”.

 

 

Sobre a Arcos Dorados

A Arcos Dorados é a franquia responsável pela operação do McDonald’s em 20 mercados da América Latina e do Caribe, com direitos exclusivos de possuir, operar e conceder franquias locais de restaurantes da marca nessas regiões. Atualmente, a rede possui mais de 2.250 restaurantes, entre unidades próprias e de seus subfranqueados, que juntos empregam mais de 100.000 funcionários (dados de 30/06/2021). No Brasil, são mais de 1.040 unidades, empregando mais de 50.000 pessoas. A empresa também mantém um sólido compromisso com o desenvolvimento das comunidades nas quais está presente e com a geração de primeiro emprego formal para jovens, além de utilizar sua escala para impactar de maneira positiva o meio-ambiente. A Arcos Dorados está listada na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE: ARCO). Para saber mais sobre a Companhia por favor visite o nosso site: www.arcosdorados.com

Foto de Capa: Divulgação

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,