Arraiá Solidário da UniFTC promete muito forró com Adelmario Coelho

Por Ascom UniFTC

 

Este ano não haverá festa junina, certo? Errado. O que não vai acontecer é o encontro nos tradicionais forrós ou as alegres e coloridas apresentações de quadrilhas, eventos cancelados por conta da pandemia do coronavírus. Mas como nordestino tem jeito para tudo, a festa que veio da Europa e nunca mais saiu do Brasil assume novo formato e ganha as telas das TVs, computadores e celulares, nas lives que asseguram o espaço do forró.

Pode preparar as deliciosas comidas da época e arranjar um lugar na sala ou na varanda, porque o forrozeiro Adelmario Coelho vai garantir a animação na noite desta quinta-feira (18), a partir das 19h, no Arraiá Solidário UniFTC, que vai arrecadar donativos para o Centro Nova Semente, entidade que acolhe filhos de pais em privação de liberdade e crianças que vivem em abrigos. A iniciativa faz parte do Movimento pela Prevenção, promovido pela Rede UniFTC.

Com o Arraiá Solidário, estudantes, professores e colaboradores da Instituição poderão experimentar a saudável mistura entre a cultura nordestina e a solidariedade, regada com os sucessos de um dos maiores forrozeiros do Brasil. Baiano de Curaçá, Adelmario ganhou a estrada em 1994, reverenciou o Rei do Baião Luiz Gonzaga por onde andou e chegou ao exterior. Sempre respeitando o tradicional forró pé de serra.

“Solidariedade e música em tempos de isolamento, não tem força maior que essa junção. Criar empatia no meu público para ajudar ao próximo, usando a minha música, o forró, é de um valor sem igual, eu só tenho a agradecer a oportunidade”, afirma Adelmario Coelho, sobre a parceria com a UniFTC. Consciente de que o mundo mudou, o cantor fala da adaptação a essa nova realidade com tranquilidade. “Não é como num palco, onde a resposta do público é imediata, que você sente na pele. Mas em compensação você recebe mensagens vindas de diversos lugares do mundo, ali na hora”, compara.
Para a apresentação desta quinta, Adelmario garante um espetáculo que contará com músicas presente no seu mais novo projeto “Carrosel do Tempo”, que conta um pouco a sua trajetória e os 26 anos de carreira, mas afirma que não deixará de fora músicas conhecidas do público, como  “Não fale mal de meu país”, que todo ano é presença certa nas maiores programações de festas juninas do Nordeste, a exemplo das realizadas em cidades da Paraíba, Pernambuco e, claro, da Bahia. A sua trajetória musical é marcada por participação em ações beneficentes em prol de instituições assistenciais e campanhas de conscientização e prevenção.

*Solidariedade em movimento* – A entidade que será contemplada pelo Arraiá Solidário UniFTC foi fundada em 2000 por Irmã Adele Pezone, freira italiana e missionária. O Centro Nova Semente assiste crianças e adolescentes de 0 a 17 anos e 11 meses. Mais de 150 famílias são acompanhadas e têm acesso a consultas médicas (pediatras), cestas básicas e atividades internas. As crianças contam ainda com educadores para atividades de reforço escolar.

Foto de Capa: Divulgação.

Jornal do Sudoeste

Categorias ,