Atividade e emprego da indústria da construção crescem pelo terceiro mês consecutivo

Indicadores que medem a confiança e o investimento também subiram, aponta sondagem da CNI

Por: Agência Brasil 61

A atividade e o emprego da indústria da construção cresceram pelo terceiro mês consecutivo. É o que aponta a Sondagem Indústria da Construção de agosto, divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). A confiança e a intenção de investimento dos empresários do setor também avançaram.

O levantamento mostra que o nível de atividade da construção chegou aos 55 pontos em agosto. Por estar acima da linha divisória dos 50 pontos, o índice indica que houve expansão do segmento. Segundo a CNI, o resultado é “historicamente elevado para um único mês”. Desde agosto de 2010 que não se observava um crescimento dessa proporção.

Já o índice que mede a evolução do número de empregados fechou o mês em 53,1 pontos, o que significa a mais forte e disseminada expansão dos postos de trabalho da indústria da construção desde o início da série histórica, que começou em 2011. Para o gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo, o desempenho positivo do setor é cada vez mais frequente.

“A pesquisa Sondagem Indústria da Construção mostra a melhora da indústria da construção como um todo há alguns meses. Já são três meses de um bom crescimento do nível de atividade e do emprego. Esse ritmo de crescimento está ficando cada vez mais disseminado, mais forte entre as empresas do setor”, avalia.

Confiança

A sondagem aponta que todos os subsetores da construção se expandiram, mas que o de construção de edifícios se destacou e puxou o resultado geral para cima. Já a Utilização da Capacidade Instalada (UCI), indicador que ajuda a medir a produtividade da indústria, não variou em relação a julho. A UCI permanece em 68%, maior patamar para o mês de agosto desde 2013.

Outros indicadores relacionados à indústria da construção também ajudam a reforçar o otimismo dos empresários, explica Azevedo. O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) da Indústria da Construção aumentou na passagem de agosto para setembro, muito pela avaliação das condições atuais, tanto dos negócios como da economia brasileira, mas também pelas expectativas para os próximos meses. Com esse cenário positivo, a intenção de investir também vem aumentando para os empresários da indústria da construção”, analisa.

O ICEI avançou 2,7 pontos, para 62,7 pontos. O componente de condições atuais subiu 5,1 pontos, com destaque para a confiança crescente na economia brasileira, na comparação com os últimos seis meses. Já o componente que mede as expectativas para o próximo semestre cresceu 1,4 ponto, e chegou aos 64,7 pontos.

Ainda segundo a pesquisa, a intenção de investimento dos industriais da construção aumentou 0,9 ponto em setembro, atingindo o maior patamar desde julho de 2014. Assim como os indicadores que medem a atividade e o emprego, a intenção de investimento registrou alta pelo terceiro mês consecutivo.

Foto de Capa: Freepik

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,