BA: iniciativa do Mapa e Embrapa pretende identificar doenças em caprinos e ovinos no Semiárido

A ação tem como objetivo promover a inovação tecnológica em microrregiões onde a produção de caprinos e ovinos é a principal fonte de renda

 

Por Marquezan Araújo/ Agência Brasil 61

 

Cerca de 60 propriedades do município de Pintadas (BA), além de localidades do entorno, vão receber, a partir desta semana, a visita de uma equipe composta por pesquisadores da Embrapa Caprinos e Ovinos e da Fundação de Apoio ao Instituto Federal da Paraíba (Funetec) para verificação das condições de sanidade dos rebanhos.

A iniciativa faz parte do Programa AgroNordeste, que tem a frente o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A ação tem como objetivo promover a inovação tecnológica em microrregiões onde a produção de caprinos e ovinos é a principal fonte de renda.

A ideia é que, durante 15 dias, os profissionais façam a coleta de sangue nos animais em uma área de 100 km. Inicialmente, deve ser coletado material de mil caprinos e mil ovinos de propriedades do município, indicadas por representantes do FrigBahia, frigorífico especializado na produção e comercialização de carnes especiais de cordeiros e cabritos.

A iniciativa também ocorre no âmbito do Projeto Dom Helder Câmara (PDHC), desenvolvido pela Pasta, por meio da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo (SAF), e cofinanciado pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida). O intuito desta ação é diminuir os níveis de pobreza e de desigualdades no Semiárido.

Foto de Capa: Marcelino Ribeiro/ Embrapa.

Jornal do Sudoeste

Categorias ,