Bahia tem 23.463 casos confirmados de Covid-19

Por Ascom/Secretaria de Saúde do Estado da Bahia
A Bahia registra 23.463 casos confirmados de coronavírus (Covid-19), o que representa 17,47% do total de notificações no estado. Os óbitos contabilizados no boletim epidemiológico referem-se a um período de 13 dias, conforme observado nos perfis detalhados; ou seja, também não ocorreram em 24 horas. Estas notificações tardias estão sendo apuradas pela Auditoria do Sistema Único de Saúde (SUS) e pela Corregedoria.
Considerando o número de 23.463 casos confirmados, 8.430 recuperados e 790 óbitos, 14.243 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos. Na Bahia, 3.337 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.
Os casos confirmados ocorreram em 322 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (59,76%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Uruçuca (5.994,44), Ipiaú (5.340,83), Itabuna (4.900,97), Salvador (4.785,29) e Itajuípe (4.636,18).
O boletim epidemiológico registra 43.181 casos descartados e 134.327 notificações em toda a Bahia. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quinta-feira (4).
Taxa de ocupação
Na Bahia, dos 1.877 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.085 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 58%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 793 leitos exclusivos para o coronavírus, 557 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 70%.
O número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.
Exames
O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) realizou 60.947 exames do tipo RT-PCR, que é o padrão ouro para identificar o genoma viral do coronavírus, no período de 1° de março a 4 de junho de 2020. Estão em análise 1.766 exames.
Óbitos
A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 790 mortes pelo novo coronavírus.
763º óbito – homem, 61 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 24/05 e veio a óbito dia 30/05, em unidade da rede pública, em Salvador;
764º óbito – homem, 64 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e doença respiratória crônica, foi internado dia 10/05 e veio a óbito dia 23/05, em unidade da rede pública, em Salvador;
765º óbito – homem, 84 anos, residente em Urandi, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 26/05 e veio a óbito dia 01/06, em unidade da rede pública, em Vitória da Conquista;
766º óbito – mulher, 75 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, doença renal crônica e doenças autoimunes, foi internada dia 18/05 e veio a óbito dia 27/05, em unidade da rede pública, em Salvador;
767º óbito – mulher, 80 anos, residente em Salvador, portadora da hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 21/o5 e veio a óbito dia 01/06, em unidade da rede pública, em Salvador;
768º óbito – homem, 69 anos, residente em Salvador, portador de diabetes e doença cardiovascular, data de admissão não informada, veio a óbito dia 29/05, em unidade da rede pública, em Salvador;
769º óbito – homem, 82 anos, residente em Salvador, portador de diabetes, doença cardiovascular e doença respiratória crônica, data de admissão não informada, veio a óbito dia 24/05, em unidade da rede pública, em Salvador;
770º óbito – homem, 29 anos, residente em Salvador, portador de doença do sistema nervoso e imunodeficiência, foi internado dia 25/05 e veio a óbito dia 30/05, em unidade filantrópica, em Salvador.
771º óbito – mulher, 82 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular, foi internada dia 08/05 e veio a óbito dia 31/05, em unidade da rede pública, em Salvador;
772º óbito – homem, 60 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e obesidade, foi internado dia 29/05 e veio a óbito dia 31/05, em unidade da rede pública, em Salvador;
773º óbito – mulher, 72 anos, residente em Salvador, portadora de doença respiratória crônica e obesidade, foi internada dia 26/05 e veio a óbito dia 30/05, em unidade da rede pública, em Salvador;
774º óbito – mulher, 62 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes e obesidade, foi internada dia 23/05 e veio a óbito dia 26/05, em unidade da rede pública, em Salvador;
775º óbito – homem, 70 anos, residente em Itamaraju, sem comorbidades, foi internado dia 26/05 e veio a óbito dia 29/05, em unidade da rede pública, em Vitória da Conquista;
776º óbito – homem, 69 anos, residente em Salvador, portador de diabetes e doença cardiovascular, foi internado dia 29/05 e veio a óbito dia 31/05, em unidade da rede pública, em Salvador;
777º óbito – mulher, 41 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes e doença cardiovascular, foi internada dia 28/05 e veio óbito dia 03/06, em unidade da rede privada, em Salvador;
778º óbito – homem, 67 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 15/05 e veio a óbito dia 29/05, em unidade da rede pública, em Salvador;
779º óbito – homem, 94 anos, residente em Salvador, portador de doença do sistema nervoso e demências, incluindo Alzheimer, foi internado dia 21/05 e veio a óbito dia 22/05, em unidade da rede privada, em Salvador;
780º óbito – mulher, 88 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular, foi internada dia 30/05 e veio a óbito dia 03/06, em unidade da rede filantrópica;
781º óbito – homem, 70 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, foi internado dia 20/05 e veio a óbito dia 31/05, em unidade da rede pública, em Salvador;
782º óbito – homem, 75 anos, residente em Juazeiro, portador de hipertensão arterial, diabetes e doença cardiovascular, foi internado dia 27/05 e veio a óbito dia 28/05, em unidade da rede pública, em Juazeiro;
783º óbito – mulher, 62 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e doença respiratória crônica, foi internada dia 27/05 e veio a óbito dia 29/05, em unidade da rede pública, em Salvador;
784º óbito – homem, 55 anos, residente em Salvador, portador de diabetes, doença cardiovascular e doença renal crônica, foi internado dia 11/05 e veio a óbito dia 01/06, em unidade da rede pública, em Salvador;
785º óbito – homem, 58 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e obesidade, data de admissão não informada, veio a óbito dia 03/06, em unidade da rede privada, em Salvador;
786º óbito – homem, 68 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 26/05 e veio a óbito dia 29/05, em unidade da rede pública, em Salvador;
787º óbito – homem, 87 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 22/05 e veio a óbito na mesma data (22/05), em unidade da rede pública, em Salvador;
788º óbito – homem, 77 anos, residente em Riachão do Jacuípe, portador de doença respiratória crônica e doença cardiovascular, data de admissão não informada, veio a óbito dia 29/05, em unidade da rede pública, em Riachão do Jacuípe;
789º óbito – homem, 72 anos, residente em Salvador, portador de imunodeficiência, foi internado dia 29/05 e veio a óbito dia 01/06, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;
790º óbito – homem, 63 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 18/05 e veio a óbito dia 31/05, em unidade da rede pública, em Salvador.
Faixa etária
Quanto ao sexo dos casos confirmados, 52,97% foram do sexo feminino, 44,91% foram do sexo masculino e 2,12% sem informação. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 19,58% do total. O coeficiente de incidência por 1.000.000 de habitantes foi maior na faixa etária de 80 anos e mais (2.407,74/1.000.000 habitantes), indicando que o risco de adoecer foi maior nesta faixa etária, seguida da faixa de 30 a 39 anos (2.002,95/1.000.000 habitantes).
A Sesab ressalta que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações e o boletim completo, com a lista de municípios com casos confirmados, estão disponíveis no site da Sesab.
Critérios para os exames da Covid-19
No Sistema Único de Saúde (SUS), a coleta de amostras para a realização do exame RT-PCR, que é o padrão ouro para a identificação do genoma viral, deve ocorrer em cinco situações: pacientes internados com suspeita de coronavírus, independente da gravidade; pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG); profissionais de saúde com síndrome gripal suspeitos de Covid-19 ou que tenham tido contato com casos confirmados de coronavírus, mesmo que assintomáticos; pacientes que foram a óbito com suspeita de Covid-19, cuja coleta não pôde ter sido realizada em vida; e em indivíduos institucionalizados durante investigação de surtos da doença.
Foto de Capa: Pixabay.

Jornal do Sudoeste

Categorias ,