Biografia Zuzu

José de Souza Ribeiro é natural de Barra da Estiva/BA, nasceu em 23 de dezembro de 1927 e é filho de João Alves Ribeiro e de Idália de Souza Ribeiro. São seus irmãos: Pedro, Manoel, Dahi, Maria e Shirley Ribeiro de Souza (Miranda).

            Estudou apenas o primário, concluído em 1939. Viveu a sua infância e adolescência, em parte, na cidade de Barra da Estiva, de onde saiu para conquistar novos horizontes.

                        Trabalhou como carpinteiro no distrito de Umburanas (Brumado), em 1942, com os companheiros José Neves, Placídio, Ivo, Teté, entre outros. Realizou como profissional o madeiramento e a cobertura de diversas casas inclusive as da Leste Brasileiro (Companhia Ferroviária).

            Em 1948, trabalhou em Vitória da Conquista, na construção da BR-116, conhecida como Rio-Bahia, exercendo a função de apontador de horas trabalhadas dos funcionários. No ano de 1952, foi para Goiânia a convite do Irmão Pedro Ribeiro (excelente carpinteiro), para trabalhar no fabrico de portas, janelas e móveis para residência.

            Em 1954, retorna a Barra da Estiva/BA e, na Prefeitura Municipal, atua como servidor em obras daquela entidade. Em 1955, vem para Brumado em companhia dos irmãos. Trabalha por pouco tempo na empresa Magnesita S.A. e, no mesmo ano, instala a sua carpintaria na antiga rua do asfalto, denominada Rua Dr. Marcolino Moura. Em sua empresa, trabalharam os melhores profissionais do ramo, como José Neves, Pedro Ribeiro (irmão), Astério, João, Domingos, Zequinha. Produziam móveis para residência, portas, janelas e “caixões de defunto”, pois, àquela época, na cidade não havia funerária.

            Casou-se no dia 27 de agosto de 1955 no religioso, com efeito civil, na Igreja Matriz de Brumado, com Edilce Prates Ribeiro, filha de Antonio Xavier Prates (Major Prates) e Alice Rizério Prates. Ato realizado pelo padre Antonio da Silveira Fagundes. Dessa união teve quatro filhos: Maria de Fátima, Carlos Alberto, José Carlos e Célia Regina Prates Ribeiro. Separou-se e, em segundas núpcias, constituiu nova família. Dessa união, não teve filhos.

            Em 1960, aos 33 anos de idade, inicia a construção de um prédio para um   cinema e, adquiriu máquinas para operar em 35 mm que denominou de Cine Teatro Fátima com capacidade para 500 pessoas, situado na Rua Marechal Deodoro, 318 e inaugurado no dia 23/12/1964, dia do seu aniversário. “Apesar de não ter conhecimento da atividade cinematográfica, lancei-me nela como aventureiro, por ser um aficionado pela arte, e tudo deu certo!”. Pelo entusiasmo, constata-se que é um apaixonado por cinema, pela magia da Sétima Arte.

            “São vários os filmes que me encantaram, dentre eles, cito: Bem-Hur com Charlton Heston, O Rei dos Reis com Jefrei Hunter protagonizando Jesus, Doutor Jivago com Omar Sharif, ao som magistral do Tema de Lara, de Maurice Jarrre, os filmes de Tarzan com Johnny Weissmuller ou Gordon Scott”.

            A inauguração do cinema foi um grande sucesso, o evento revolucionou a cidade. Foi exibido o filme “A Vingança de Ursus” e o maravilhoso show com a cantora Núbia Lafayette que encantou o público. Com a reestruturação da empresa, mudou-lhe o nome para Cine Teatro Regina. Ao lado do cinema, instalou um bar e um clube dançante com introdução da luz negra, novidade na cidade. Destarte, Zuzu proporcionou vários espaços de lazer e entretenimento aos jovens e cidadãos brumadenses.

            Nesse espaço, realizou vários shows com artistas renomados do cancioneiro nacional e diversos programas de calouros nas manhãs de domingo, comandados por Zé Maria (Zé da divulgadora) e um regional de excelentes músicos como Zé primo e outros.

            Para esse desiderato, contou com a colaboração de Lourenço – projecionista – e do Sr. Raimundo – porteiro – que trabalhou, também, na construção do prédio do cinema, além da orientação do agenciador de artistas, Isaac, de Vitória da Conquista.

 Por causa da irregularidade no fornecimento de energia elétrica, foi obrigado a comprar, na época, um motor para garantir o funcionamento do cinema.

            Na questão política, relata que, embora tenha sido convidado para candidatar-se a cargo eletivo, não se interessou pela proposta por falta de vocação. Socialmente, esteve presente em todos os eventos da cidade, como participante ativo. Professa a religião católica, ainda que não seja carola, tem convicção da sua fé cristã.

            No dia 21 de maio de 2008, no auditório da Semac, o senhor José de Souza Ribeiro foi homenageado pela Prefeitura Municipal de Brumado, por meio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, pela iniciativa cultural, esforço e dedicação ao instalar, no ano de 1964, um cinema em Brumado e  por promover a arte cinematográfica, em projeção de 35 mm. Dessa forma, o Sr. Zuzu foi agente promotor da cultura e lazer em nossa cidade, méritos que determinaram a homenagem.

            No lançamento do Projeto Cinema Educativo, compareceram ao evento, o Prefeito Municipal, a Secretária de Educação, o Diretor de Cultura, a classe estudantil e diversas personalidades.  Zuzu foi homenageado, agradeceu a lembrança do seu nome nesse dia tão especial para Brumado.

            “Com o avanço da idade, e o pouco movimento de bilheteria, devido à concorrência das novas tecnologias do setor – TV, vídeo cassete, Internet etc. –, a decadência do cinema em nossa cidade ficou constatada. Resolvi então, dividir o prédio onde funcionava o cinema, em diversas lojas para aluguel”, disse o Sr. Zuzu.

            Versátil, Zuzu desenvolveu diversos trabalhos: carpintaria, construção civil, cinema e artes em geral. Homem criativo, adepto de novidades, principalmente nas áreas de som e tecnologias que lhe despertem interesse. Nos momentos de desconcentração, gosta de ouvir músicas com preferência por sertanejas e serestas.

            “Sempre tive por lema e, trago no íntimo, a concepção de ajudar as pessoas interessadas e, que desejam aprender os serviços de carpintaria, dei oportunidades e disponibilizei os meus conhecimentos para a formação profissional dessas   pessoas”, palavras do Sr. Zuzu.

            Descontraído, contou que depois de iniciada a projeção do filme e encerrada a bilheteria, permitia que muitos espectadores, ávidos para assistirem à película e sem dinheiro para comprar o ingresso, entrassem para assistirem o restante do filme.

Em 3 de agosto de 2015, José de Souza Ribeiro, ‘Zuzu do cinema’, como ficou conhecido, recebeu o título de Cidadão Brumadense, por indicação do vereador José Ribeiro Neves e seu assessor Lúcio Cruz dos Santos. Promoveram a honraria, outorgada por unanimidade da Câmara de Vereadores de Brumado.

            “Essa é a minha história de vida, de muito trabalho, inovações e produções que Deus me proporcionou executar com disposição e denodo. Sou feliz por essas realizações”, afirmou o Sr. Zuzu.

FONTE:

 Os dados para a composição desta biografia foram fornecidos por José Carlos Prates (filho), e entrevista com senhor Zuzu, aos quais agradecemos a colaboração.

Antônio Novais Torres

Antônio Novais Torres é comerciante aposentado, membro fundador da Academia de Letras e Artes de Brumado, membro do Conselho da Cidadania de Brumado, ex-membro do PMDB e PTB e membro do Conselho Editorial do Jornal do Sudoeste.
Categorias

Deixe seu comentário