Bolsa Família: beneficiários com NIS terminado em 7 recebem recurso nesta quinta feira (26)

Os pagamentos começaram no inicio do mês para os que tem NIS terminado em 1. Aqueles que possuem NIS com final 7 receberão o recurso nesta sexta-feira (26)

Por: Sophia Stein/ Agência Brasil 61.

O pagamento do Bolsa Família para beneficiários com o Número de Inscrição Social (NIS) terminado em 7 será feito nesta quinta-feira (26). Já os que possuem o NIS com final 8 receberão o recurso financeiro na sexta-feira (27). Os pagamentos começaram no início do mês para os que têm o NIS terminado em 1.

O valor mínimo de R$ 600,00 será mantido e o adicional de R$ 150,00 por criança de 0 a 6 anos, prometido pelo presidente Lula, ainda não será incluso, pois, de acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), a estimativa é que este benefício comece a ser pago em março.

Segundo o MDS, os cartões do Auxílio Brasil continuarão válidos para saques e movimentações. Além disso, os usuários não precisam trocar ou atualizar o cartão.

Os pagamentos serão feitos ao longo deste mês, em uma sequência que leva em conta  o último dígito do NIS, impresso no cartão de cada titular. Aqueles que possuírem o NIS com final zero deverão receber o benefício em 31 de janeiro.

Valores do seguro-desemprego foram reajustados; veja as regras
FIDCs serão abertos para público em geral e devem atrair mais investimentos

Onde sacar

  • Os participantes do projeto podem sacar o valor pelo aplicativo Caixa Tem, disponibilizado para celulares Android e IOS;
  • Poderão ter acesso também por casas lotéricas, caixas eletrônicos, correspondentes Caixa e nas próprias agências do banco.

O economista Renan Gomes afirma que o programa tem como objetivo combater a extrema pobreza e a pobreza. O benefício auxilia famílias com renda per capita significativamente baixa e que têm dificuldades de arcar com despesas básicas, como a alimentação.

“Tem evidência inclusive que as famílias beneficiadas acabam aumentando o consumo calórico na sua dieta, gerando um impacto direto na saúde. Então, a cada R$ 1,00 gasto com o Bolsa Família você tem um impacto muito maior do que isso. Logo, há um efeito multiplicador na economia, uma vez que as pessoas que recebem Bolsa Família consomem mais produtos, as empresas que produzem esse produto contratam mais trabalhadores, que vão receber salários, o que também gera um um ciclo virtuoso na economia, com mais geração de renda”, completa o especialista.

Foto de Capa: José Cruz/ Agência Brasil.

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,