77 3441-7081 — [email protected]

Brasil decidiu pelo segundo turno

Da Redação

 

Nem Jair Messias Bolsonaro (PSL), nem Fernando Haddad (PT). O futuro presidente da República será escolhido apenas no próximo dia 28, data prevista para a realização do segundo turno das eleições gerais de 2018. Estreantes na disputa pelo Palácio do Planalto, o deputado federal Jair Messias Bolsonaro (PSL) e ex-prefeito de São Paulo e o ex-ministro de Estado da Educação Fernando Haddad (PT) viram experientes políticos como os ex-governadores do Ceará e de São Paulo, respectivamente Ciro Ferreira Gomes (PDT) e Geraldo José Rodrigues Alckmin Filho (PSDB), além da ex-ministra de Estado do Meio Ambiente, Maria Osmarina – Marina Silva – da Silva Vaz de Lima, da Rede, se perderem n o meio do caminho e fracassarem na tentativa de se colocarem como alternativa para a polarização.

Jair Messias Bolsonaro, 63 anos, do PSL, nasceu em Glicério (SP), é Educador Físico, Capitão da Reserva do Exército Brasileiro e cumpre seu sétimo mandato de deputado federal pelo Rio de Janeiro. Casado com Michele de Paula Firmo Reinaldo Bolsonaro, o candidato do PSL à presidência da República tem cinco filhos – Flávio Nantes Bolsonaro, 37 anos (Advogado, empresário, deputado estadual e eleito senador da República pelo PSL do Rio de Janeiro), Eduardo Nantes Bolsonaro, 34 ( Advogado, Policial Federal e deputado federal reeleito por São Paulo com a maior votação da história do País – 1.843.735 votos – pelo PSL); Carlos Nantes Bolsonaro, 36 (Graduado em Ciências Aeronáuticas, vereador na Câmara Municipal do Rio de Janeiro – RJ., onde cumpre o quinto mandato pelo PSC); Renan Jair Bolsonaro, 19 (estudante de Direito) e Laura Bolsonaro, 7 anos.

As principais propostas do Plano de Governo do candidato Jair Messias Bolsonaro, entre outras, são: reduzir a dívida pública em 20% mediante privatizações, concessões e venda de propriedades da União; criar um sistema paralelo de aposentadoria por capitalização – os brasileiros poderão “optar” entre o sistema novo e o antigo; reduzir o número de Ministérios e criar um superministério de Economia que abarcará as atuais pastas de Fazenda, Planejamento e de Indústria e Comércio Exterior; melhorar a carga tributária brasileira fazendo com que os que pagam muito paguem menos e os que sonegam e burlam, paguem mais; flexibilizar a legislação sobre porte de armas; reduzir a maioridade penal para 16 anos; tipificar como terrorismo as invasões de propriedades urbanas e rurais e redirecionar a política de direitos humanos, priorizando a defesa das vítimas da violência.

Fernando Haddad, 55 anos, do PT, nasceu em São Paulo (SP), é Advogado, Mestre em Economia e Doutor em Filosofia, ex-ministro de Estado da Educação (2005/2012) e ex-prefeito de São Paulo (2013/2016). Casado com Ana Estela Haddad o candidato do PT à presidência da República tem dois filhos – Frederico Haddad, 26 anos (Advogado) e Ana Carolina Haddad, 18 anos (Estudante universitária).

As principais propostas do Plano de Governo do candidato Fernando Haddad, entre outras, são: revogar o congelamento do gasto público e a flexibilização da legislação trabalhista, aprovadas pelo Governo Michel Temer; interromper as privatizações e voltar a impor a participação da Petrobras em projetos petroleiros nas águas profundas do pré-sal; equilibrar as contas do sistewma da Previdência “a partir do retorno do emprego” e de medidas como o combate à sonegação fiscal; rever a política atual de repressão das drogas, considerada errônea, injusta e ineficaz, adotando uma política, com base em experiências internacionais, de descriminalização e regulação do comércio de entorpecentes; aprimorar, reforçando o rastreamento, a política de controle de armas e munições, e integrar os serviços de inteligência para combater a violência.

(*) COM INFORMAÇÕE DOS SITES pt.wikipedia.org e www.em.com.br/
Foto capa: Sérgio Lima/Poder 360

Jornal do Sudoeste

Categorias ,