CBF repudia uso da camisa da seleção em manifestações antidemocráticas

Confederação diz que camisa deve ser usada para unir os brasileiros

Por: Vitor Abdala/Repórter da Agência Brasil 

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou hoje (9) nota em suas redes sociais, em que repudia o uso da camisa da seleção por manifestantes antidemocráticos, que ontem (8) invadiram e depredaram o Palácio do Planalto, o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Congresso Nacional, em Brasília.

Segundo a CBF, a camisa é símbolo de alegria e deve ser usada para unir e não separar os brasileiros.

“A camisa da Seleção Brasileira é um símbolo da alegria do nosso povo. É para torcer, vibrar e amar o país. A CBF é uma entidade apartidária e democrática. Estimulamos que a camisa seja usada para unir e não para separar os brasileiros. A entidade repudia veementemente que a nossa camisa seja usada em atos antidemocráticos e de vandalismo”, diz a nota.

Foto de Capa: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,