Centro Histórico de Salvador é homenageado em calendário 2021

Em sua 19º edição, o projeto do fotógrafo e artista plástico Mário Edson valoriza história, costumes, arquitetura e gastronomia local.

 

Por Ascom

 

Oferecendo ao público uma nova vertente dos pontos mais conhecidos do Centro Histórico de Salvador, acontece no próximo dia 13 de janeiro, quarta-feira, a partir das 16h, no ME Ateliê da Fotografia – Santo Antônio Além do Carmo, o lançamento do Calendário “Centro Histórico – Arte, cultura, memória e gastronomia”.

Com fotografia e curadoria assinada pelo fotógrafo e artista plástico Mário Edson, calendário 2021 é composto por 12 imagens do Centro Histórico, remetendo à importância local e extrapolando o enquadramento da visão turística e de senso comum, oferecendo a perspectiva sensorial do autor.

“A escolha do tema buscou contribuir para a visibilidade dos aspectos culturais, arquitetônicos e gastronômicos da cidade. Criar uma memória efetivamente construída a partir dos verdadeiros valores e beleza de um dos mais belos centros históricos do mundo, foi minha inspiração para a construção desse calendário”, revela Mário Edson.

Estimulando a importância da simbologia local, o calendário conta com texto de apresentação assinado pelo historiador e arquiteto Francisco Senna, distribuição gratuita no dia do lançamento e comercialização em espaços comerciais do Centro Histórico.

Seguindo o “Protocolo Setorial” da Prefeitura de Salvador para “Centros Culturais, Museus e Galerias de Arte”, o lançamento do Calendário “Centro Histórico – Arte, cultura, memória e gastronomia” ocupará o espaço da exposição Clarices, que reúne 51 artistas brasileiros e estrangeiros para a exposição; sendo 21 fotógrafos23 pintores, ceramistas, escultores e bordadeiras, e 7 artistas cênicos.

Entre os nomes, a chilena Camila Alemany, a italiana Cristina Cenciarelli e os brasileiros Manuel Chagas, Ieda Dias, Will Recarey e o próprio Mário Edson.

Propondo releituras de livros, contos, citações, filmes e peças produzidas pela escritora, a exposição “Clarices” entrega visões fragmentadas da autora sob o olhar da fotografia, pintura, desenho, escultura, bordado, poesia e música de novos artistas.

O ME Ateliê de Fotografia está localizado na Ladeira do Boqueirão, 6, Santo Antônio Além do Carmo. Aberta para visitações, o Ateliê funciona nas segundas, terças e sábados, das 14h às 16h, com entrada franca.

Sobre o Centro Histórico de Salvador

O conjunto arquitetônico, paisagístico e urbanístico, contido na área histórica da cidade, atrai turistas do mundo inteiro. Pela riqueza de suas construções e importância histórica, em 1985 o Centro Histórico de Salvador foi declarado pela Unesco, como Patrimônio Cultural da Humanidade, sendo o maior conjunto arquitetônico do período colonial da América Latina.

 

Foto de Capa: Mário Edson/ ME Ateliê de Fotografia.

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,