Chapa Lula e Alckmin: “alianças políticas entre ditos ‘inimigos’ podem esconder um objetivo pós-eleição”, diz especialista

Janiel Kempers, publicitário e especialista em marketing político, comenta a suposta união entre Lula e Alckmin no contexto das eleições de 2022

Por: Janiel Kempers 

Recentemente, o encontro entre o ex-presidente Lula e o ex-tucano Geraldo Alckmin deu o que falar em todo o Brasil. Isto porque, no passado, os dois políticos eram vistos como representantes de ideais completamente opostos ou ainda, como “inimigos” por tecerem críticas duras um ao outro. Para o publicitário e especialista em marketing político, Janiel Kempers, a suposta aliança entre Lula e Alckmin segue um padrão que já pode ser observado anteriormente na política. “Alianças políticas entre adversários ferrenhos sempre existiu. Ora inimigos, ora amigos”, pontua.

Janiel explica que a possível junção entre Lula e Alckmin têm um objetivo: possibilitar a governabilidade de Lula junto ao congresso nacional. “Caso a chapa fosse eleita, essa seria uma forma de evitar problemas como os que ocorreram com a ex-presidente Dilma Rousseff”, afirma.

Para o especialista, a aliança entre os dois políticos abre precedentes para que outros pré-candidatos possam costurar suas alianças. “Apesar de não terem ideologias políticas iguais, a ideia é criar uma ‘frente’ para entrar em um embate direto com o atual presidente Jair Bolsonaro”, detalha.

Kempers afirma ainda que comportamentos parecidos puderam ser percebidos recentemente, como por exemplo, quando Lula se solidarizou com Ciro Gomes quando este ter sido alvo de uma operação da Polícia Federal, como se nunca houvesse tido uma troca de farpas entre os dois. “Em todas as situações, as alianças têm um interesse comum. No caso do ex-presidente Lula, é consolidar seu nome na corrida presidencial de 2022; de Alckmin, é colocar seu nome novamente no cenário nacional, haja visto, que o ex-tucano, estava apagado politicamente até mesmo em seu estado e para Ciro, é uma oportunidade de se projetar para futuras eleições”, opina.

Foto de Capa: Divulgação

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,