Clínica de Direitos Humanos desenvolve ações junto à comunidade

Por Ascom

Aliar participação estudantil com atendimento à comunidade. Estimular a pesquisa e a produção científica. Essas são prerrogativas da Clínica de Direitos Humanos (CDH) da Uesb, projeto vinculado ao Colegiado de Direito, criado em 2018.

A dinâmica de funcionamento da CDH implica em desenvolver ações com a finalidade da garantia e efetivação de Direitos Humanos na região Sudoeste da Bahia. A Clínica foi a primeira nesse formato no estado e conta com a participação de membros das comunidades interna e externa. Essa já é uma realidade em diversos países, mas, no Brasil, ainda é algo recente.

O trabalho é caracterizado por adotar uma metodologia que alia ensino, pesquisa e extensão, que são os três pilares da universidade. As atividades acontecem por meio da busca ativa realizada pela equipe ou a partir da procura da comunidade pela Clínica, na intenção de encontrar soluções para uma determinada questão. A partir de pesquisas, são traçadas estratégias de intervenção.

A professora Luciana Silva, coordenadora do projeto, afirma que a equipe da Clínica “desenvolve suas atividades relacionando-se com a comunidade, o que fortalece a sua responsabilidade e compromisso social, bem como concretiza os fins da instituição de ensino superior”. A metodologia utilizada valoriza o protagonismo estudantil e aproxima a Uesb da comunidade.

Apresentação de trabalhos no 3º Fórum Nacional de Clínicas Jurídicas (Foto: Acervo da Clínica)

Pesquisas desenvolvidas – A Clínica já apresentou alguns trabalhos em eventos externos, que são decorrentes de pesquisas realizadas, inclusive, em parceria com outros setores da Instituição. O trabalho “Acesso à informação e jornalismo investigativo: interface construída na Clínica de Direitos Humanos da Uesb” foi uma produção da CDH junto ao Sistema de Rádio e Televisão da Uesb (Surte). O objetivo foi analisar como o Jornalismo e o Direito podem atuar em nome da defesa do estado-democrático de direito na tutela dos Direitos Humanos.

O resultado da ação foi apresentado no 2º Fórum Nacional de Clínicas Jurídicas e no 10º Encontro da Rede Amazônica de Clínicas Jurídicas, realizado em Belém, no mês de junho. Também foi apresentado o trabalho “Intervenção da Clínica de Direitos Humanos da Uesb: condução coercitiva da vítima de violência doméstica e intrafamiliar”.

As atividades da Clínica são desenvolvidas com base no combate e prevenção à violação dos Direitos Humanos, possibilitando que os estudantes do curso de Direito possam atuar em situações reais, de maneira ativa. Os interessados em saber mais sobre a Clínica de Direitos Humanos da Uesb podem entrar em contato com a equipe pelo e-mail [email protected].

Jornal do Sudoeste

Categorias