CNI promove debate sobre Desenvolvimento Social

para as próximas décadas, aproveitando o Bicentenário da Independência celebrado neste ano

 

Por: Jornalismo – CNI

 

Confederação Nacional da Indústria (CNI) promoverá na próxima quarta-feira (4), seminário sobre Desenvolvimento Social, das 10h às 12h, em Brasília. O evento é o terceiro de um ciclo de cinco debates, com o tema geral  200 Anos de Independência – A indústria e o futuro do Brasil, que a entidade está promovendo para reflexões sobre os avanços ocorridos no país ao longo dos últimos dois séculos e as perspectiva para as próximas décadas, em diversas áreas, aproveitando o simbolismo do Bicentenário da Independência, celebrado neste ano.

O evento será aberto pelo presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, e terá, no início, uma palestra da historiadora Lília Schwarcz, professora da Universidade de São Paulo (USP) e da Princeton University, nos Estados Unidos, e autora, entre outros, dos livros As Barbas do Imperador, Lima Barreto: Triste Visionário e Brasil: Uma biografia, este escrito em conjunto com a também historiadora Heloisa Starling.

 

Na sequência, haverá um debate com a participação de:

– Ricardo Paes de Barros: economista e pesquisador e um dos formuladores do Bolsa Família, é professor da cátedra do Instituto Ayrton Senna no INSPER;

– Maria Alice (Neca) Setúbal: socióloga, presidiu o Conselho de Administração do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (CENPEC) e é atual presidente da Fundação Tide Setúbal, organização não-governamental que fomenta iniciativas voltadas para a justiça social e o desenvolvimento sustentável de periferias urbanas;

 Celso Athaíde: ativista social e fundador da Central Única das Favelas (CUFA), é CEO da Favela Holding, conjunto de empresas que atua junto a empreendedores comunitários, fomentando e promovendo oportunidades de negócios, empreendedorismo e empregabilidade.

A série 200 Anos de Independência

Os seminários estão sendo transmitidos pelo YouTube da CNI. O primeiro evento ocorreu em 6 de abril, com o tema Evolução Política e palestra magna do ex-presidente da República Michel Temer. O segundo, realizado em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) teve como tema Desenvolvimento Econômico e Sustentabilidade. Em 11 de maio haverá um debate sobre Desenvolvimento Industrial, Científico e Tecnológico. O último seminário da série ocorrerá em 1º de junho, com o tema Educação e Cidadania.

“O Bicentenário da Independência é um momento muito significativo, pois foi a partir de 1822 que nosso país começou a existir como nação livre e soberana. A indústria não poderia ficar de fora dessa celebração, uma vez que, ao longo deste período, desempenhou papel fundamental para o desenvolvimento econômico e social do Brasil”, afirma o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade. “Esse processo vai desde as pequenas fábricas que imigrantes instalaram no interior de São Paulo, ainda no período imperial, passando pelo novo ciclo de industrialização ocorrido a partir de 1950 – sobretudo com a expansão dos setores de energia e transporte e a implantação da indústria automobilística no país –, até os dias de hoje, quando temos um dos maiores e maiores modernos parques industriais do mundo”, afirma Robson Andrade.

Temas e datas dos próximos debates

11 de maio

Tema: Desenvolvimento Industrial, Científico e Tecnológico

Horário: 10h às 12h

Local: Estúdio da CNI em Brasília

 

1º de junho

Tema: Educação e Cidadania

Horário: 10h às 12h

Local: Estúdio da CNI em Brasília

 

 

Foto da capa: Divulgação

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,