Cuida Mais Brasil: Entenda como será financiamento e como recursos serão disponibilizados aos municípios

Com orçamento de R$ 169,6 milhões, Ministério da Saúde fará divisão dos recursos por Região de Saúde; transferência será feita em sete parcelas

Por Thiago Marcolini – Agência Brasil 61

Orçados em R$ 169,6 milhões em 2022, os recursos do Programa Cuida Mais Brasil serão divididos por Região de Saúde, grupo de municípios vizinhos que integram a organização, o planejamento e a execução de ações e serviços de Saúde. A iniciativa do Ministério da Saúde visa qualificar a Assistência à Saúde Materna e Infantil com a atuação de médicos pediatras e ginecologistas/obstetras na Atenção Primária à Saúde.

Ao todo, serão sete parcelas mensais transferidas na modalidade fundo a fundo, ou seja, o incentivo financeiro sai da esfera federal e vai direto para as esferas estadual, municipal e do Distrito Federal. Nesses moldes, o valor mínimo é de R$ 108.684,32, enquanto o máximo é de até R$ 489.314,42.

“O incentivo é para o serviço ser ofertado para as Regiões de Saúde. Estados e municípios, por meio da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), que tem a representação das duas esferas administrativas, vão nos sinalizar aqui no Ministério da Saúde por meio de resoluções quais serão os municípios dessas regiões que vão receber o repasse e os valores”, explica a diretora do Departamento de Saúde da Família (DESF), Renata Maria de Oliveira Costa.

O prazo para envio das resoluções pelas CIBs terminará em 28 de junho, de acordo com o Ministério da Saúde. A previsão é que o governo federal divulgue a lista dos locais beneficiados até o início de julho, que podem ser da mesma área de atuação. “Há também a prerrogativa dessa pactuação entre estados e municípios de que mais de um município dentro daquela região possa receber o incentivo”, completa a diretora do DESF.

Para o cálculo do valor destinado a cada Região de Saúde, são levados em consideração o quantitativo populacional estimado pelo IBGE para 2021, o perfil geográfico predominante e a proporção de pediatras e ginecologistas-obstetras registrados no Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (SCNES).

Na avaliação do secretário de Saúde do município maranhense de Carolina, Leonardo de Sousa Coelho, o Cuida Mais Brasil será importante no reforço ao atendimento materno e infantil dos cerca de 24 mil moradores da cidade. “A gente sabe que além de melhorar esse atendimento, vamos ter aumento da oferta, principalmente de pediatras e ginecologistas. Nos municípios pequenos, sabemos da dificuldade para encontrar essas especialidades”, aponta. “Com ajuda e suporte do governo federal, podemos pagar um pouco melhor o profissional”, completa Coelho.

O que é o Cuida Mais Brasil?

O Cuida Mais Brasil é um programa do Ministério da Saúde que vai garantir investimentos para qualificar a Assistência à Saúde Materna e Infantil com a atuação de médicos pediatras e ginecologistas/obstetras na Atenção Primária à Saúde. A iniciativa tem como foco garantir a saúde integral da mulher desde antes da concepção até o acompanhamento de crianças recém-nascidas e o cuidado com a infância. Por meio de ações complementares busca-se ampliar o número desses profissionais junto às equipes de Saúde da Família e Atenção Primária à Saúde, além de aumentar a qualidade dos processos de trabalho e o olhar clínico voltado à saúde materno-infantil.

Redacão Jornal do Sudoeste

Desde seu lançamento, o JS vem revolucionando a imprensa regional. Foi e continua sendo pioneiro na adoção de cores em todas as suas páginas e no lançamento de suplementos especiais que extrapolam o simples apelo comercial, envolvendo a comunidade em reflexões sobre temas de interesse geral por ocasião do Natal e dos aniversários de emancipação de municípios da sua área de abrangência de circulação.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,