Skip to content
77 3441-7081 — [email protected]

Denúncias de racismo na Bahia já podem ser feitas por telefone

Ação intitulada como “Todas as Vozes contra o Racismo. Todas as leis contra os racistas” faz parte do Novembro Negro. Serviço está disponível para todas cidades do estado.

 

Por G1 BA

 

As pessoas que sofrerem ou presenciarem algum caso de racismo já podem denunciar o crime por telefone. O serviço, disponibilizado pela Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), integra o calendário estadual Novembro Negro.

A ação faz parte da campanha intitulada como “Todas as Vozes contra o Racismo. Todas as leis contra os racistas”, que está disponível desde quinta-feira (31). As denúncias devem ser feitas pelo telefone (71) 3117-7448, de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h, e também das 14h às 18h.

Todos os casos registrados por telefone vão ser direcionados para o Centro de Referência de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa Nelson Mandela, responsável por oferecer apoio psicológico, social e jurídico às vítimas de racismo, além da intolerância religiosa.

Conforme a Sepromi, apesar de integrar as ações do Novembro Negro, o serviço vai se estender ao longo ano. A expectativa com a ação é de que a sociedade também possa participar do combate ao racismo ao denunciar os casos.

Os casos também podem ser registrados presencialmente. Para isso, é necessário que a pessoa vá até o Centro de Referência de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa Nelson Mandela, na Avenida Manoel Dias da Silva, na capital baiana.

Foto de Capa: Mateus Pereira/GOVBA.

Jornal do Sudoeste

Categorias
Scroll To Top