Dia Internacional da Mulher e a luta das trabalhadoras

Neste 8 de março, mulheres estarão mobilizadas contra o avanço do conservadorismo e as retiradas de direitos por parte do governo Temer e de um Congresso Federal retrógrado. O Dia Internacional da Mulher serve como momento para relembrar a luta histórica das trabalhadoras e refletir a importância do feminismo no enfrentamento ao capital, indo além da luta pela emancipação da mulher, pautada pelo direito a voto e liberdade do corpo feminino.

Lembrar a história dessa forma é enaltecer a luta das trabalhadoras que perceberam só ser possível construir uma nova sociedade com fileiras de trabalhadoras e trabalhadores contra um sistema socioeconômico opressivo. O início disso aconteceu no final século XIX, quando trabalhadoras na Rússia começaram a se organizar em pequenos grupos nos sindicatos e, a partir disso, iniciaram o debate sobre a importância de pautar as questões de gênero dentro da luta de classe.

Na atual realidade, em meio a crises econômicas e aumento do potencial de exploração do trabalho, se torna ainda mais claro a importância do feminismo pautado na superação da sociedade de classes. No Brasil, as mulheres ainda sofrem diariamente com a violência doméstica e estatal. Falta investimentos no combate a violência de gênero, e o governo ataca com retirada de direitos por meio de reformas previdenciárias e trabalhistas, prejudicando ainda mais intensamente as mulheres, já submetidas a regimes de trabalho mais precários.

8 de março no Sindicato

Em Vitória da Conquista acontecerá, na quarta-feira (8), a “Marcha de Mulheres pelos Direitos Sociais, Políticos e Trabalhistas: Contra o machismo e todas as formas de violência” terá início em frente à Prefeitura, às 8h, e o Sindicato se junta a esta mobilização e convoca todas as bancárias a somar forças com este movimento.

Dando continuidade à programação, às 19h, na sede do Sindicato, será realizada a palestra “Força e Resistência: Mulheres contra a retirada de direitos”, com a professora de Economia da Uesb Sofia Manzano. Em seguida, num momento de descontração, com coquetel será servido durante a apresentação musical da cantora Marlua.

Neste Dia Internacional das Mulheres, o SEEB/VCR conclama toda a sua base a somar forças nessa luta contra a opressão de gênero e exploração.

 

Redacão Jornal do Sudoeste

Redacão Jornal do Sudoeste

Desde seu lançamento, o JS vem revolucionando a imprensa regional. Foi e continua sendo pioneiro na adoção de cores em todas as suas páginas e no lançamento de suplementos especiais que extrapolam o simples apelo comercial, envolvendo a comunidade em reflexões sobre temas de interesse geral por ocasião do Natal e dos aniversários de emancipação de municípios da sua área de abrangência de circulação.
Categorias