77 3441-7081 — [email protected]

Dia Nacional de Combate ao Câncer

Nesta terça-feira (27), o Brasil lembra o dia nacional de Combate ao Câncer. De acordo com a Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer (IARC), instituição filiada à Organização Mundial da Saúde (OMS), a incidência do câncer deve aumentar em 63% nos próximos 20 anos. Outro alerta é que isto ocorrerá principalmente em países emergentes. Confira os dados da GLOBOCAN 2018, divulgados em setembro, que estimam novos casos da doença e número de mortes até 2040 em 36 tipos de neoplasias.

No Brasil:
Segundo a projeção, 998 mil brasileiros devem ser diagnosticados com câncer em 2040, um salto de 78% quando comparados aos 559 mil novos casos de câncer esperados para esse ano. Nesse mesmo cenário, o número de mortes deve aumentar em 95%, chegando a 476 mil óbitos por câncer daqui 20 anos.

No Mundo:
Mundialmente, cerca de 18 milhões de pessoas serão diagnosticados com algum tipo de câncer esse ano. Seguindo a projeção, esse total será de 29 milhões em 2040, aumento de 63%.

Tipos de câncer:
De todos os tipos de câncer, com exceção do câncer de pele não-melanoma, os tumores de mama e de pulmãoserão os que apresentarão maior incidência mundial em 2018: cerca de 2,1 milhões cada. Logo em seguida aparecem o câncer colorretal (1,9 milhão de casos), o câncer de próstata (1,3 milhão), o câncer de estômago (1,03 milhão) e fígado (841 mil).

O estudo está disponível no site da OMS.

RS Press atende uma série de clientes da área da saúde que podem falar sobre esse estudo e todos esses tipos de cânceres. Essas fontes estão presentes em todo o Brasil e podem conceder entrevistas em pautas correlatas:
Sociedade Brasileira de Medicina Nuclear (SBMN): representante nacional da Medicina Nuclear, a SBMN pode comentar como a especialidade atua na luta contra o câncer, seja em seu diagnóstico ou tratamento. Com o uso do PET/CT, os médicos nucleares atuam na avaliação de respostas do paciente após tratamento quimioterápico.

Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva: especialista responsável por realizar o diagnóstico do câncer gástrico, o profissional da Endoscopia Digestiva é capacitado para fazer procedimentos endoscópicos diagnósticos e terapêuticos, sendo peça fundamental na luta contra o câncer colorretal.

FEMAMA: a Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama reúne profissionais de saúde ligados ao atendimento da paciente com câncer de mama, bem como pacientes para entrevistas. A entidade trabalha para reduzir os índices de mortalidade por câncer de mama em todo o Brasil, influenciando políticas públicas para defender direitos de pacientes.

Sociedade Brasileira de Patologia: representa os especialistas responsáveis por diagnosticarem no microscópio quase todos os tipos cânceres, com exceção de alguns hematológicos. Os médicos patologistas laudam as biópsias por meio de análises anatomopatológicas e citopatológicas, fornecendo aos outros especialistas as informações necessárias para definir a linha de tratamento a ser seguida.

Associação Brasileira de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular: ABHH reúne hematologistas e hemoterapeutas e tem como frentes de atuação o desenvolvimento educacional e científico dos especialistas. Esses especialistas podem falar sobre o cenário do cânceres hematológicos, incluindo leucemias e linfomas, entre outros.

Federação Brasileira de Gastroenterologia: está à disposição da imprensa para falar do diagnóstico e tratamento de cânceres que aparecem no estômago e em todo o aparelho digestivo, como o câncer colorretal. A entidade congrega profissionais que lidam diariamente com essa doença em todo o Brasil. Os médicos gastroenterologistas são os profissionais que acompanham o paciente durante todo o tratamento.

Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica (SOBOPE): tem como objetivo disseminar o conhecimento referente ao câncer infanto-juvenil e seu tratamento para todas as regiões do País e uniformizar métodos de diagnóstico e tratamento, também atua na base de fortalecimento e implementação de diretrizes científicas nacionais e internacionais dentro da nutrição para reforçar a importância e viabilizar o melhor tratamento a todos os pacientes

Jornal do Sudoeste

Categorias