Skip to content
77 3441-7081 — [email protected]

DOUTOR E MESTRE

Recebemos e já lemos e relemos o livro do DOUTOR LOURIVAL ALMEIDA TRINDADE (faço questão de caixa alta). Discurso na realidade é enfadonho mas todos, sem exceção, que constituem um livro completo de sabedoria e bom senso é a obra de o Dr. Lourival nos mandou e nós achamos por bem não comentarmos teores expostos mas não queremos cair no erro e colocar em relevo algo que ele nos permitiu viajar no tempo, aliás nos revigoramos. Falar sobre Dona Anastácia e seu Aquilino, casal que pontuou e até hoje lembrado lá na “Barra”, logo após subida de serra para Água Quente, hoje Érico Cardoso nos faz aqui sentado ante uma “máquina de escrever” a viver tempo que não retornará. Uma coisa há que se destacar e com prazer destacamos: Deus facilitou o encontro e vida do casal, lá “nos antanhos” para distribuir muita sabedoria e bondade além de fornecer à sociedade aquele menino “cabeçudo” hoje não o doutor e sim “o MESTRE” Lourival.
Até hoje embora tenha corrido mundo como médico-professor (tudo por concurso!) jamais esqueci da procura para achar o “fio da meada” eu explicasse como comunidades isoladas só atingiam o Paramirim, cidade, a cavalo – e numa época que havia apenas o “Radio Philipis” tocado a uma bateria, o acumulador cuja carga era reposta graças uma queda d’água aproveitada. E como para chegar até a Barra onde ouvir o sr. Pacômio Trindade nos “fazia bem à alma”, se passava por Água Quente, se avistava Juvêncio Brasil, Érico e Juquinha Cardoso e Ademário (para citar apenas eles) e então teria que parar na Fazenda Angico onde “seu” Leobino, que além de pai de Armando e Euripes (deixamos o resto da família de fora, no momento) e ali era, para nós o que até hoje ainda é um prazer de manusear um volume da “Biblia” uma vez que “seu” Leobino e seu núcleo era “Presbiteriano” não me falhando a memória. Erico Cardoso foi baluarte para transformação da região em Município. Ê uma estória à parte.
Desde 1964 que “fazemos borrões de coluna em jornais” sem muita dificuldade. No caso do DOUTOR-MESTRE-JUIZ Lourival – meu amigo desde “antanho”, estou tendo dificuldades de porquê emoções e fatos adormecidos voltaram no “peito do velho” e voamos para a região onde também “dr. Louri” deve sempre voar … E ai veio um verso do poema de Max Ehr Mann: … “Você é filho do Universo, irmão das estrelas e das árvores. Você merece estar aqui, e, mesmo que não possa perceber, a terra e o Universo vão cumprindo seu destino …”
Hoje é uma quarta-feira de cinzas (nunca fomos chegados a ela). Mas temos “Escritos e Temas” do dr. Lourival para deleite. Ler mantem individuo VIVO …

Aurélio Rocha

Aurélio Rocha

AURÉLIO ROCHA É NATURAL DE “OLHOS D’ÁGUA DE DEOU”, BRUMADO, CRIADO EM PARAMIRIM; PROFESSOR TITULAR DA DISCIPLINA DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE ITAJUBÁ, MINAS GERAIS; JORNALISTA E AUTOR DO LIVRO “CRÔNICAS NÃO MÉDICAS”.
Categorias
Scroll To Top