”Educação Financeira deveria ser obrigatória para crianças”, reafirma investidora

Por: MF Press Global

 

 

Finanças, saber guardar dinheiro, saber gastar, tudo isso pode ser ensinado na escola, para crianças? Muitos podem até pensar que não, mas esse ensino pode ser o caminho para se fomentar uma sociedade um pouco mais consciente na questão financeira.

Ao menos esse é o ponto de vista da investidora Carol Janeiro Dias. Segundo ela, educação financeira deveria ser obrigatória nas escolas.

“Falta esse tema nas primeiras séries, quando na verdade deveria já se falar sobre dinheiro até para os mais pequenos”, disse.

“Bato nessa tecla para que seja passado para elas a importância de poupar, até mesmo pagar uma mesada e ensinar a criança a guardar aquele dinheiro”, completou.

Segundo Carol, até o fato de dar presentes apenas nas datas certas poderia ajudar. “Isso também faria com que a criança aprendesse a importância do dinheiro. Outro ponto que é preciso que as pessoas eliminem dessa relação com as crianças é o tabu de falar de dinheiro com os pequenos”, mencionou.

Outro ponto alertado pela investidora é o fato de que o exemplo dos pais também conta muito para a formação das crianças e esse exemplo de uso consciente do dinheiro tem muita força.

“As crianças assimilam muito as coisas, sobretudo o que elas veem. Três pilares são, para mim, os mais importantes nesse ensino: como poupar, consumo consciente e exemplo”, finalizou.

 

 

 

Foto de capa: Arquivo pessoal

Jornal do Sudoeste

Materias Recentes

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,