Educação sanitária reforça combate ao abate clandestino na Bahia

Mantendo o foco no fortalecimento do combate ao abate clandestino, a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), reuniu a cadeia produtiva de Andaraí. O objetivo foi divulgar a importância do abate inspecionado e seus impactos positivos quanto à segurança alimentar, desenvolvimento econômico, além da geração de emprego e renda para a região.

No encontro de hoje, além dos profissionais da vigilância sanitária, secretarias de agricultura e vereadores da prefeitura de Andaraí e outros 16 municípios, participou ainda o presidente do Consórcio da Chapada Diamantina, Wilson Cardoso, acompanhado do diretor de Defesa Animal da Adab, Carlos Augusto Spínola, que representou o diretor geral da Adab, Oziel Oliveira, o coordenador de trânsito da Adab, Roberto Pacheco e o coordenador de Inspeção, José Ramos. Comerciantes, marchantes e profissionais da educação também marcaram presença no evento. “Nosso objetivo maior é atuar junto a todos os elos da cadeia. Daí, envolver o segmento educativo é fundamental para o sucesso das ações de defesa agropecuária”, comenta o diretor geral da Agência, Oziel Oliveira.

Para Wilson Cardoso é preciso fortalecer as parcerias com o Estado e colocar os trabalhadores da cadeia da carne como co-responsáveis dentro do processo. “Tivemos um público atento, com nível de debate elevado, o que aponta para o total interesse do segmento em nossa região”, enfatizou Cardoso. “Fiquei muito feliz com a dinâmica das palestras e tenho certeza de que teremos resultados positivos porque ações educativas são o caminho para conscientizar as pessoas e mostrar à população que saúde é coisa séria”, finalizou o presidente do Consórcio, parabenizando a Adab pela iniciativa.

 

 

 

Foto de Capa: Divulgação

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,