77 3441-7081 — [email protected]

Eleitos os candidatos apoiados pelos “prefeitos”, mimos a estes e “banana” para o eleitor palhaço

Diz o jargão popular que, quem não ouve conselho, ouve coitado! E assim tem sido sempre! O povo está cansado de saber da necessidade do voto consciente, mas, viciado e “doutrinado” como sempre esteve aqui no Brasil — em razão da filosofia política inominável remanescente do coronelismo e que viceja pujante nos dias de hoje —, insiste no “voto de cabresto”, lamentavelmente.
Isto nos deixa por demais indignados, pois avilta ainda mais a dignidade da pessoa humana, que termina por fazer algo não dentro das suas convicções, não balizado no entendimento da conjuntura — até porque a grande maioria não tem tal discernimento, em razão do nível de escolaridade —, mas guiado pelas “perspectivas políticas” dos seus “líderes”, que, a cada vez mais, vêm os empurrando para os abismos sociais, tão marcantes nesse Brasil atualmente “avermelhado”.
Acordem eleitores ingênuos e incautos! Será que vão continuar “hibernando” na ignorância “conveniente” que os caracterizam? Querem continuar vivendo das “esmolas” desses programas sociais, os quais têm, insistentemente, ofertado o peixe ao invés de ensinar a pescá-lo? Vocês são muito mais que isto! Vocês têm direitos outros além desses associados tão-somente a saciar a fome!
Já nos pronunciamos inúmeras vezes acerca da necessidade da renovação política! Sinalizamos sobre evitar a mesmice! Basta dizer que, no cenário nacional, nunca se viu tanta renovação no seu legislativo como a acontecida nestas eleições de 2018. E isto não foi à toa! Decorreu naturalmente diante do clamor do povo, que a cada vez mais vem se insurgindo contra esse sistema espúrio!
Mas nas pequenas cidades interioranas, sobretudo, ainda nos deparamos com o “voto de cabresto” que tanto macula a nossa democracia. Como na política brasileira prevalece o “toma lá da cá” — infelizmente —, o “toma lá” representa o seu estúpido voto guiado, e o “da cá” naturalmente será o mimo que os apoiadores — os prefeitos — ganharão dos candidatos eleitos, com raríssima exceção! Acorda Brasil!
Irlando Oliveira

Irlando Oliveira

Irlando Lino Magalhães OliveiraIrlando Lino Magalhães Oliveira é Oficial da Polícia Militar da Bahia, no posto de Tenente-Coronel, escritor, ensaísta e especialista em gestão da segurança pública e direitos humanos.
Categorias