Em aula inaugural sobre direitos humanos, Secretário de Justiça da Bahia defende descriminalização das drogas no Brasil

Por Ascom SJDHDS
O Programa de Pós-Graduação em Políticas Sociais e Cidadania da Universidade Católica do Salvador realizou nesta sexta-feira (12) a aula inauguração do Stricto Sensu. O secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS), Carlos Martins, foi o palestrante convidado da aula.
A mesa de abertura contou com a mediação da professor Vanessa Cavalcanti, do PPGPSC e NEDH/UCsal, e as participações do professor Moacir Tinoco, Pró-Reito de Pesquisa e Pós-Graduação, e da professora Julie Lourau, coordenadora do PPGPSC da Ucsal, além de alunos e alunas da instituição.
O secretário Carlos Martins falou sobre as ações realizadas pela SJDHDS na execução das políticas públicas de desenvolvimento social e direitos humanos, além de contextualizar com as dificuldades impostas pela pandemia nos últimos meses.
“O Brasil nunca teve uma cultura de direitos humanos. Apenas em 2006 nós tivemos o Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos, que estruturou a política em seis eixos fundamentais”, afirmou o secretário.
O gestor apresentou os eixos, que dizem respeito a interação democrática, desenvolvimento, universalização, respeito às diferenças, entre outros temas.
“Durante a pandemia nós vimos crescer a violência contra as crianças, as mulheres, a população LGBTQIA+, as pessoas com deficiência, entre outros grupos. O desafio continua sendo impedir que esse momento tão difícil amplie problemas que estamos atuando para eliminar na sociedade”, explicou Martins.
O secretário voltou a defender a descriminalização das drogas como estratégia para redução da violência.
 “É preciso repensar a política sobre drogas, reavaliar a estratégia de guerra as drogas porque não chegamos a lugar algum. Estamos enxugando gelo. Eu sou a favor da descriminalização e regulamentação para enfrentarmos a violência, que mata majoritariamente os jovens negros da nossa cidade e do nosso estado”, afirmou.
Participação do NEOJIBA
O programa NEOJIBA, da SJDHDS, foi destaque durante a aula inaugural. Os alunos e alunas assistiram a uma apresentaçao sobre o programa, que é uma das políticas públicas mais reconhecidas na Bahia.
Amanda Muller, coordenadora do núcleo NEOJIBA Federação, criado em parceria com a Ucsal, falou sobre o programa e a importância dele na vida das centenas de crianças e adolescentes que integram o núcleo.
Foto de Capa: Divulgação/ Ascom SJDHDS.

Jornal do Sudoeste

Categorias ,