Em defesa da Caixa 100% Pública

Nesta quarta-feira (18), o Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista e Região realizou uma mobilização em defesa da Caixa Econômica Federal. O ato, na praça Barão do Rio Branco, fez parte da campanha “Defenda a Caixa você também” e do Dia de Luta em Defesa dos Participantes da Funcef. Na ocasião, foram coletadas assinaturas para o abaixo-assinado do Projeto de Lei de Iniciativa Popular que visa a revogação da reforma trabalhista sancionada por Michel Temer.

 

Desde o anúncio da pretensão de abertura do capital financeiro da CEF, em 2014, por Dilma Rousseff, e dos processos de reestruturação e privatizações do presidente Temer, as brasileiras e brasileiros vêm sendo ameaçados com os riscos da venda de ações da CEF. Além dos trabalhadores do banco, a população de baixa renda será a maior prejudicada.

 

“Na semana passada, o Conselho de Administração da CEF pautou alteração no estatuto da empresa para transformá-la em Sociedade Anônima. Esta manifestação nacional é uma tentativa de evitar que isto aconteça. Caso o conselho aprove essa mudança, cortes de direitos dos funcionários deverão ocorrer e vários malefícios à população também”, ressalta Rafael Couto, diretor do SEEB/VCR e bancário da CEF.

 

A ação do Sindicato também esclareceu sobre a reivindicação dos beneficiários da Funcef, que pedem o imediato pagamento do contencioso judicial e protestam contra o PLP 268/16, cobrando ainda a incorporação do REB pelo Novo Plano, o fim do voto de minerva, a preservação da paridade no equacionamento do REG/ Replan Não Saldado e a manutenção do Fundo de Revisão de Benefícios (FRB) e do Fundo de Acumulação de Benefícios (FAB). Uma ação virtual também fez parte da mobilização, organizada nacionalmente pela Fenae, Apcefs, centrais sindicais, Contraf, federações e sindicatos de bancários. Através do Twitter, buscou-se uma maior visibilidade para o assunto com a hashtag #DefendaACaixaVoceTambem

Redacão Jornal do Sudoeste

Redacão Jornal do Sudoeste

Desde seu lançamento, o JS vem revolucionando a imprensa regional. Foi e continua sendo pioneiro na adoção de cores em todas as suas páginas e no lançamento de suplementos especiais que extrapolam o simples apelo comercial, envolvendo a comunidade em reflexões sobre temas de interesse geral por ocasião do Natal e dos aniversários de emancipação de municípios da sua área de abrangência de circulação.
Categorias