Empreendimento solidário produz máscaras que facilitam comunicação de pessoas com deficiência auditiva

Por Assessoria de Comunicação Social da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre)

 

Foto: Divulgação/ Ascom Setre.

O uso de máscaras de proteção, uma das medidas adotadas para conter a pandemia do novo coronavírus, tem dificultado a comunicação de pessoas com deficiência auditiva, por impedir a leitura labial e de expressões faciais. Para solucionar o problema, o empreendimento solidário Família Paiva, do município de Lauro de Freitas, tem investido na produção de máscaras adaptadas, com material transparente na área da boca.

A fabricação do equipamento de proteção individual conta com assistência técnica do Centro Público de Economia Solidária (Cesol) Região Metropolitana 2, ligado à Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre). Além de comercializar as máscaras adaptadas, as costureiras do empreendimento buscam parcerias para distribuir o produto gratuitamente.

Para compra das peças e doação de matéria-prima, entre em contato com o Cesol RMS2, através do e-mail [email protected], ou com o grupo Família Paiva, por meio dos telefones (71) 9 8449-9235/ 99192-5673.

 

 

Foto de Capa: Divulgação/ Ascom Setre.

Jornal do Sudoeste

Categorias ,