Estudantes de Casa Nova (BA) criam projeto para construir residências de forma mais barata e sustentável

Iniciativa visa diminuir a quantidade de casas de taipa na cidade e incentivar a construção de residências com utensílios ecológicos

 

Por 2PRÓ Comunicação

Foto: Divulgação.

Na Bahia, há um grande número de famílias que vivem em casas de taipas, um tipo de moradia feita de barro e paus, que facilita a proliferação de insetos, principalmente do mosquito barbeiro, o causador da doença de chagas. Outro problema que o estado enfrenta é a grande quantidade de resíduos descartados inadequadamente, provenientes da alta produção do coco. Ao perceberem que essas questões eram prejudiciais para os moradores da comunidade, os estudantes do 3º ano do Ensino Médio do Centro Educacional Antonio Honorato, localizado em Casa Nova (BA), criaram o projeto “Bloco Ecológico com Fibra de Coco “, finalista do Desafio Criativos da Escola 2019.

Tudo começou quando um dos integrantes do grupo de ciências teve a ideia de utilizar a fibra do coco, que é encontrada em abundância no município, para desenvolver blocos de construção de casas, produto mais barato do que os tijolos de concreto. Depois disso, todo o grupo iniciou pesquisas sobre a comercialização de coco no país, o descarte da fibra vegetal, como ela é utilizada na produção de blocos ecológicos e nas casas de taipas. Logo após, saíram pela cidade para realizar alguns testes e entrevistas com moradores.

Os estudantes iniciaram campanhas nas redes sociais para arrecadar materiais de construção e receberam o apoio da comunidade e da escola. Em parceria com mestres de obras, estudantes de engenharia civil e moradores da vila em vulnerabilidade social, eles conseguiram reformar várias casas da região. A iniciativa também conquistou o 1º lugar na categoria Engenharia, na MICSESF (Mostra Científica do Sertão do São Francisco) e na Feira de Ciências do CEAH (Centro Educacional Antônio Honorato) em Casa Nova (BA).

Em breve – inscrições para o Desafio 2020
Você conhece um projeto protagonizado por crianças e jovens que está transformando a escola e a comunidade? Então, prepare-se para compartilhar: em breve começam as inscrições para a 6ª edição do Desafio Criativos da Escola. Em 2019, a premiação recebeu 1.443 projetos de todos os estados do Brasil. É possível conhecer as histórias dessas iniciativas nas redes sociais do programa e em seu site , onde também há um material de apoio ao educador que pode contribuir com a prática pedagógica dentro e fora da sala de aula.

Sobre o Instituto Alana
Instituto Alana é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, que aposta em programas que buscam a garantia de condições para a vivência plena da infância. Criado em 1994, é mantido pelos rendimentos de um fundo patrimonial desde 2013. Tem como missão “honrar a criança”.
Foto de Capa: Divulgação.

Jornal do Sudoeste

Categorias ,