Estudo mostra necessidade de avaliação neurológica de pacientes com Covid-19

Por: MF Press Global Gestão geral 

Um estudo publicado pela revista científica e-Acadêmica mostrou a  “necessidade  de  uma  melhor  avaliação  dos  sintomas  clínicos  no  diagnóstico, bem  como  a necessidade  de  se  estabelecer  uma  avaliação  neurológica  padronizada  junto  ao  diagnóstico  do Covid-19”. De acordo com os autores, exames de imagem, como a tomografia computadorizada de crânio podem ser indicados para pacientes diagnosticados com Covid-19 a fim de melhor diagnosticá-los.

Segundo o artigo, diversos estudos apresentaram uma variada gama de sintomas neurológicos associados à infecção do Covid-19. Diante disso, os autores perceberam que,  até  então, não  havia  uma  rotina  estabelecida  de  avaliação  de  sintomas  neurológicos  que  se  possa  vincular  à gravidade ou fatores de risco da  doença.

“Um dos estudos apresentou uma correlação entre cefaléia e mortalidade, que sugere cefaléia como preditivo de melhor prognóstico clínico dentre os pacientes hospitalizados com COVID-19e que apresentaram sintomas  neurológicos”, diz trecho do estudo.

Segundo os autores, também foi concluído que  muitos  sintomas  foram  provavelmente  subnotificados  devido  a  uma  falta  de padronização  para  uma  melhor  avaliação  neurológica,  como  também  houve  um  sub  aproveitamento  dos  exames  de  imagem como  ferramenta  auxiliar  para  diagnóstico  da  sintomatologia  neurológica  associada  à  Covid-19  devido  à  grande  demanda hospitalar instalada concomitante à pandemia e os esforços demandados de evitar a disseminação viral.

“Percebe-se portanto,  a  necessidade  de  uma  melhor  avaliação  dos  sintomas  clínicos  no  diagnóstico  bem  como  a necessidade  de  se  estabelecer  uma  avaliação  neurológica  padronizada  junto  ao  diagnóstico  do COVID-19,  lançando  mão  de exames de imagem, como a tomografia computadorizada de crânio, para melhor acurácia e manejo dos pacientes diagnosticados com Covid-19”.

O estudo teve participação do médico ortopedista especialista em coluna vertebral e medicina regenerativa, Dr. Luiz Felipe Carvalho da Logos University International, dos Estados Unidos.

 
Sobre o Dr. Luiz Felipe Carvalho

Dr. Luiz Felipe Carvalho é ortopedista especialista em coluna vertebral e medicina regenerativa. Já tratou grandes atletas como o tenista uruguaio Pablo Cuevas, o jogador de futebol Rodrigo Dourado e o Ferreirinha do Grêmio. Além do tenista Argentino naturalizado Uruguaio Pablo Cuevas que faz tratamento com célula tronco desde 2017 melhorando muito sua performance avançando no ranking desde então.

O Gaúcho possui um profundo conhecimento sobre os modernos procedimentos cirúrgicos da coluna vertebral e também trabalha com técnicas minimamente invasivas. É diplomado pela Academia Americana de Medicina Regenerativa (AABRM).

Foto de Capa: Divulgação

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,