Falhas no débito automático: erros podem causar prejuízos ao consumidor

Com os sistemas de débito automático, consumidores não se preocupam com as datas de vencimento das faturas. Em muitos casos, o sistema pode falhar e as contas acabam não sendo pagas. Para evitar esse tipo de transtorno, é importante acompanhar os extratos bancários para conferir se as contas foram devidamente pagas. A falha no débito automático pode partir tanto do banco quanto da empresa que fornece o serviço. No caso do banco, pode acontecer de o valor não ser debitado, mesmo que o cliente tenha saldo na conta. Já por parte das empresas, a falha acontece quando não há o envio da ordem de débito. Para cancelar o serviço de débito automático, o consumidor deve procurar o canal com o qual efetuou o contrato de adesão. Se o contrato foi firmado com o banco, é a ele que o consumidor deverá se dirigir na hora de efetuar o cancelamento. Caso o serviço tenha sido contratado com a empresa, o procedimento deverá ser o mesmo.

 

Banco do Brasil é condenado por descontos indevidos

O Banco do Brasil deverá pagar R$ 34.400 de indenização por danos morais e  materiais por ter realizado descontos ilegais de uma conta corrente inativa.  A decisão é da 1ª Vara da Comarca do município, que fica na Região Metropolitana de Fortaleza.

Segundo o advogado Átila Nunes, do serviço Reclamar Adianta.com.br , em 2012, o cliente contratou um seguro para o carro dele e, para efetuar o pagamento das seis parcelas do seguro, ativou uma conta corrente do Banco do Brasil, que estava desativada há dois anos. No momento da ativação, o consumidor foi informado de que não existia débito vinculado à conta.

As parcelas seriam debitadas sempre no dia 12. Antes do vencimento da primeira parcela, o cliente depositou o valor. Após alguns dias, o empresário se envolveu em um acidente no qual teve perda total do automóvel. Para sua surpresa, a seguradora negou a cobertura, devido à falta de pagamento da primeira prestação do seguro.

Em razão desta situação, o consumidor percebeu que o valor depositado na conta foi debitado pelo banco para pagar tarifas bancárias referentes ao período de inatividade da conta. Ele entrou na Justiça para solicitar uma indenização moral e material, destacando que, ao ficar sem automóvel, precisava alugar um carro para levar a esposa grávida ao médico frequentemente.

Proteste, Reclame e Denuncie 

 No Programa Reclamar Adianta os consumidores podem reclamar, protestar e denunciar livremente. Transmitido de segunda a sexta-feira, de 10h ao meio dia, pela Rádio Bandeirantes AM 1360 o programa também pode ser acompanhado pela internet: www.reclamaradianta. br ou pelo Facebook Programa Reclamar Adianta. Whatsapp: 21-993289328.

Reclamar Adianta

Categorias