Fida sinaliza desejo de manter parceria com o Governo da Bahia para beneficiar a população rural

Por: ASCOM CAR/SDR

A assinatura do memorando com os encaminhamentos e acordos acerca das diversas ações do projeto do Governo do Estado, Pró-Semiárido, marcou o encerramento da missão de apoio do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida), cofinanciador do projeto. O evento virtual contou com a presença do Secretário de Desenvolvimento Rural, Josias Gomes, do diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), Wilson Dias, de consultores do Fida e membros da equipe do Pró-Semiárido.

Na ocasião, o oficial de programas do Fida, Hardi Vieir,a destacou algumas iniciativas que apontam para a continuidade de ações e investimentos junto ao Governo do Estado para beneficiamento da população rural da Bahia, entre as quais destacam-se a implantação de 20 mil ecofogões para beneficiários do Pró-Semiárido; avanços na tratativa para o projeto chamado “plantando resiliência climática em comunidades rurais do Nordeste”; e  desenho de um novo projeto para atender comunidades rurais de outras regiões da Bahia.

Sobre os destaques, o secretário Josias Gomes falou do contentamento com a parceria entre o Governo do Estado e o Fida: “Eu não tenho dúvidas do número de acertos que temos com este projeto [Pró-Semiárido]. A avaliação positivada que nós estamos tendo; a possibilidade de novas tratativas; a motivação de novos empréstimos; e a perspectiva de ampliação do leque de atuação para outras regiões, não só apenas no Semiárido, nos deixa a satisfação de continuarmos o nosso trabalho”.

Durante a missão, os consultores do Fida sinalizaram vários aspectos positivos na condução do projeto no Estado, a exemplo do trabalho com as mulheres; ações de enfrentamento à violência doméstica; notoriedade dos Agentes Comunitários Rurais (ACRs); infraestruturas de nutrição (quintais, acesso à água; cozinhas comunitárias e fogões ecoeficientes) e sinergia da equipe.

“A gente tem sempre tentado levar a experiência do Pró-Semiárido para outros horizontes, para outros países. Para o Fida, o Pró-Semiárido está entre os 10 melhores projetos Fida no mundo. Inclusive, já foi considerado o melhor. A gente espera que este ano, após a missão de supervisão, a gente possa confirmar isso e assim poder manter o projeto entre os melhores do mundo”, ressalta Hardi Vieira.

Entre as ações de destaque do projeto, estão as ações voltadas especificamente para empoderamento e autonomia das mulheres rurais. Sobre o assunto, o diretor-presidente da CAR, Wilson Dias, ressaltou a incorporação da ferramenta da caderneta agroecológica em outras ações do governo.

“É importante registrar o trabalho com as nossas cadernetas agroecológicas. São nossas porque temos a representação das cadernetas no projeto e no Estado. A Bahiater adotou integralmente as cadernetas, ou seja, 11 mil famílias atendidas por uma chamada pública para assistência técnica com foco no atendimento à mulher adotaram as cadernetas agroecológicas como premissa básica. Pra gente é um ganho, é um grande legado do Pró-Semiárido, que ultrapassa as barreiras dos beneficiários e vai alcançado o que, de fato, a caderneta agroecológica se propõe a fazer, que é tornar uma política pública. Já estamos experimentando essa transformação na Bahia”, explicou Wilson.

Foto de capa: Divulgação

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,