Filtro anti-Covid é instalado em ar-condicionado de ônibus na Bahia

Projeto EMBRAPII com startup baiana já está sendo utilizado no transporte público de Salvador. Filtro anti-covid vai aumentar a proteção coletiva em ambientes fechados a baixo custo

 

Por Ascom/ EMBRAPII

 

Com a retomada gradual das atividades presenciais ao ambiente de trabalho, aumenta a preocupação em relação ao risco de contágio da Covid-19, principalmente em ambientes sem ventilação com maior risco de transmissão do vírus. Diante desta necessidade, a EMBRAPII (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial) investiu no projeto da startup Salvar para o desenvolvimento de um filtro para ar-condicionado capaz de eliminar 99,9% de carga viral em ambientes fechados. O equipamento já sendo utilizado em diversas empresas, escolas e instituições baianas e, agora, também em uma linha de ônibus de Salvador.

A iniciativa é uma parceria da empresa Loygus e a Unidade EMBRAPII – Senai Cimatec, que desenvolveu o protótipo de filtro reutilizável para ser instalado em aparelhos de ar-condicionado. A solução atua como barreira no fluxo de ar para reter nanopartículas que tenham tamanhos próximos aos de agentes virais. Com a retenção, é possível evitar que estas partículas se espalhem pelo o ambiente por meio da ventilação artificial.

Atualmente, os modelos de ar-condicionado disponíveis no mercado possuem diferentes tipos de filtros, cada um com seu nível de eficiência, mas apenas atuando como barreira mecânica a poeiras ou partículas maiores suspensas no ar.

Segundo a pesquisadora Bruna Machado, do Senai Cimatec, esta solução vai suprir uma demanda da indústria, já que os equipamentos comerciais não retêm nanopartículas com essas características. “Esse projeto terá um grande impacto para evitar a disseminação de diferentes partículas virais, incluindo o SARS-CoV-2, e dessa forma atuar como uma importante barreira para reduzir contaminações em diferentes ambientes e promover maior segurança para as pessoas”, afirma.

Outro ponto de destaque do projeto é a facilidade para ser implementado na linha de produção e escalável para os diversos modelos de aparelhos de ar-condicionado já existentes, quesitos fundamentais diante do cenário de pandemia.

Sobre a EMBRAPII

A EMBRAPII é uma organização social que tem contrato de gestão com o Ministério da da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), Educação (MEC), e Saúde (MS). Em seis anos de operação, totaliza R$ 1,7 bilhão em investimentos em inovação com mais de 1.200 projetos. Em seu modelo operacional, os valores dos projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) são divididos entre a instituição, as Unidades EMBRAPII (centros de pesquisa credenciados) e a empresa demandante.

 

Foto de Capa: Ascom/ EMBRAPII.

Jornal do Sudoeste

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,