Governador não participara da inauguração do Aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista

DA REDAÇÃO

 

Confirmando os rumores que circulavam pelos bastidores da política estadual desde a última quinta-feira (18), quando ao lado de aliados promoveu um ato no saguão do no Terminal Aeroportuário de Vitória da Conquista, sob argumento de que estaria “inspecionando a obra”, o governador Rui Costa dos Santos, oficializou, na tarde desta segunda-feira, sua ausência no ato que será realizado nesta terça-feira, com a presença do presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (PSL), e do ministro de Estado da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, entre outras autoridades.

Através de um vídeo postado em sua página nas redes sociais, o petista anunciou que não participará da solenidade de inauguração do Aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista, argumentando que o evento, marcado para a manhã desta terça-feira (23), teria se transformado em “uma convenção político-partidária”.

De acordo com Rui Costa, “a medida anunciada é excluir o povo da inauguração, fazer uma inauguração restrita a poucas pessoas, escolhidas a dedo como se fosse uma convenção político-partidária. Não posso concordar com isso”.

O governador fez questão, na mensagem, de destacar a importância de todos os trabalhadores que se dedicaram por muitos anos na construção do equipamento e reconheceu o papel dos ex-presidentes Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (MDB); do ex-governador a atual senador da República Jaques Wagner (PT/BA); e do ex-secretário de Estado de infraestrutura de Transporte, Energia e Comunicação da Bahia, atual senador da República Otto Alencar (PSD/BA), para que a obra pudesse ter sido viabilizada e concluída.

Jornal do Sudoeste

Categorias ,