77 3441-7081 — [email protected]

Governador sinaliza com aumento da alíquota previdenciária dos servidores públicos

Da Redação

Durante a inauguração do primeiro trecho da Avenida 29 de Março, em Salvador, na quinta-feira (22), o governador Rui Costa (PT) disse que os servidores públicos do Estado terão de aumentar a contribuição para poder se aposentar. “Ou aumentamos a alíquota de contribuição ou os servidores terão de fazer um esforço extra”, pontuou o petista.

Costa culpou a fracassada tentativa de aprovar a reforma da Previdência Social no Congresso Nacional para justificar a necessidade de promover aumento nas alíquotas de contribuição do funcionalismo público baiano. “[Na Bahia] o fenômeno que se viu foi de que, com o anúncio da reforma da Previdência, que não aconteceu, houve uma corrida para aposentadoria. Nesses quatro anos, se aposentaram 23 mil pessoas na Bahia. É o maior número em todo o Estado, nunca houve isso. Duplicamos o déficit com isso, que era de 2 bilhões e passou a 4 bilhões em dezembro. Não dobramos a arrecadação, que não cresceu no Estado. É preciso tomar providência para que a Bahia não atrase salários, o que aconteceu em outros Estados”, apontou o governador, acrescentando que a inciativa é buscar um maior equilíbrio nas contas da gestão estadual.

“Não podemos ficar inertes, temos que tomar medidas que busquem diminuir o déficit. Uma delas é essa, de aumentar [alíquota de contribuição previdenciária] de 12% para 14%. Vários Estados já aprovaram a medida, alguns há três anos. A Bahia segurou o máximo que pode, mas agora tem que ir a 14% porque é fundamental não correr risco de atrasar salários dos servidores”, ressaltou.

Jornal do Sudoeste

Categorias ,