redacao@jornaldosudoeste.com

Anuncie aqui - Jornal do Sudoeste

Governo federal e CAIXA assinam Protocolo de Intenções para promover a valorização da diversidade no ambiente corporativo

Publicado em

A ideia é compartilhar boas práticas para criar um ambiente de trabalho favorável à inclusão e ao enfrentamento ao preconceito e à discriminação

Por Comunicação/Agência Brasil 61

O governo federal e a CAIXA assinaram nesta quinta-feira, 27 de julho, um protocolo de intenções para fomentar o respeito e a valorização da diversidade e inclusão.

A ideia é compartilhar boas práticas para criar um ambiente de trabalho favorável à inclusão, além do enfrentamento a todas as formas de preconceito.

O programa está estruturado em cinco eixos temáticos: Equidade de Gênero; Pessoa com Deficiência; LGBTQIAPN+; Raça/Cor e Gerações.

Com a assinatura do protocolo de intenções, a CAIXA pretende criar cinco Comissões Regionais de Diversidade, uma para cada região do Brasil.

A presidente da CAIXA, Maria Rita Serrano, comentou a importância das comissões.

“Eu venho dizendo que a Caixa é plural, sendo plural, os cargos de direção do banco tem que representar essa pluralidade. Não à toa, nós somos uma das poucas empresas brasileiras, o único banco brasileiro e com certeza um dos poucos do mundo a ter maioria de mulheres na alta administração”.

As comissões serão compostas por empregados e empregadas do próprio banco com características identitárias diversas, além de representantes sindicais e gestores do Programa de Diversidade e Inclusão.

Durante a solenidade de assinatura do protocolo de intenções, realizada em Brasília, o ministro da Secretaria Geral da Presidência da República, Márcio Macedo, destacou a importância desse acordo.

“Vocês terão uma parceria incondicional para a gente fazer com que isso que estamos assinando como protocolo de intenção, seja uma realidade objetiva na vida, não só dos funcionários da Caixa, como que seja espelho para a construção de uma sociedade mais justa, mais igualitária e de enfrentamento a desigualdade”.

A ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, pontuou que, quando são criados comitês sobre diversidade, há diversas responsabilidades a serem assumidas.

“A gente precisa dar o nosso exemplo e dar o nosso exemplo, além de trazer, é manter, é permanecer. Não adianta a gente fazer, criar, colocar as pessoas em situações onde a gente não pode cuidar para que elas permaneçam”.

O protocolo de intenções foi assinado em solenidade na CAIXA Cultural, em Brasília.

Foto de Capa: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Deixe um comentário