Hospitais terão que registrar dados de internação diariamente; Censo Hospitalar registra casos suspeitos e confirmados

A coleta de informações já começou, com o objetivo de monitorar a taxa de ocupação dos leitos disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS) para pacientes com a Covid-19

 

Por Karol Marra/ Agência do Rádio Mais

 

As internações de casos suspeitos e confirmados do coronavírus terão que ser registradas por todos os hospitais, públicos e privados, nos 26 estados e no Distrito Federal. A coleta de informações já começou, com o objetivo de monitorar a taxa de ocupação dos leitos disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS) para pacientes com a Covid-19, avaliar a ocupação da rede assistencial e a média de permanência dos pacientes.

Serão coletadas informações sobre internação de pacientes em clínicas/enfermaria e/ou leitos intensivos com suspeita ou confirmação da doença. O Censo Hospitalar também vai registrar a alta de pacientes suspeitos e confirmados, bem como a disponibilidade de leitos nas unidades de tratamento intensivo.

As informações serão dadas pelos gestores dos estabelecimentos de saúde e monitoradas pelo gestor de saúde local. O não cumprimento da medida será considerado infração sanitária grave ou gravíssima, sujeito às penalidades previstas em lei.

O Ministério da Saúde pretende divulgar o primeiro balanço do Censo Hospitalar a partir do dia 20 de abril.

 

*Reportagem, Marquezan Araújo

 

Foto de Capa: Divulgação/ Agência do Rádio Mais.

Jornal do Sudoeste

Materias Recentes

Categorias ,