II Feira Regional da Agricultura Familiar e Economia Solidária supera expectativas

Realizada entre os dias 29 e 31 de julho últimos, no Parque das Mangabeiras, como parte da programação da IV Feira Agropecuária e Agronegócio de Riacho de Santana, a II Feira Regional da Agricultura Familiar e Economia Solidária superou as mais otimistas expectativas dos organizadores, contando com a participação de quarenta Associações de dez municípios das regiões Sudoeste e Oeste do Estado.

A iniciativa da Federação de Associações do Estado da Bahia (Faesbah), contou com apoio da Prefeitura Municipal de Riacho de Santana, através das Secretarias Municipais de Agricultura e Abastecimento, de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e de Cultura, Esporte e Lazer; do Governo do Estado, através da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Rural da Bahia, por meio da Superintendência de Agricultura Familiar (Suaf), da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) e da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater); do Movimento de Mulheres Camponesas de Riacho de Santana, da  Associação das Escolas das Comunidades e Famílias Agrícolas  da Bahia (Aecofaba), da Escolas Família Agrícola de Riacho de Santana e do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Riacho de Santana. Também apoiaram a realização da II Feira Regional de Agricultura e Economia Solidária as Secretarias de Estado do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte e da Cultura da Bahia.

Tendo por objetivo, como explicou um dos organizadores da Mostra, presidente da  Federação de Associações do Estado da Bahia (Faesbah), Lucimar Almeida da Silva, de fomentar negócios e gerar benefícios para os agricultores familiares, por meio de promoção, divulgação e comercialização de seus produtos, troca de experiências entre os participantes, apresentação de novidades em técnicas e demais serviços que fazem parte da realidade do segmento, a II Feira da Agricultura Familiar e Economia Solidária consolidou a imagem e inseriu agricultores familiares no mercado, além de proporcionar a oportunidade para reforçar a importância do trabalho em grupo, do associativismo.

Segundo o presidente da Federação das Associações do Estado da Bahia, apesar dos avanços e do trabalho que vem sendo realizado em favor da agricultura familiar pelo Governo do estado, por meio da Secretaria de estado de Desenvolvimento Rural da Bahia, ainda é um dos principais entraves para a atividade a questão da comercialização, motivo pelo qual um dos pontos positivos da Feira foi permitir um espaço para que os agricultores pudessem apresentar e vender seus produtos para o expressivo número de visitantes que prestigiou a Mostra, assim como para que fossem feitos contatos para novos negócios.

Importante canal de comunicação com o Governo do Estado e incentivadora e apoiadora das iniciativas dos agricultores familiares da região, a titular da Diretoria de Agregação de Valor e Acesso a Mercado da Superintendência de Agricultura Familiar, órgão da estrutura da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Rural da Bahia, Elisabete Costa, destacou a importância do fortalecimento da agricultura familiar, lembrando que a atividade garante melhor distribuição de renda e redução dos níveis de desigualdade e pobreza no campo.

Para Elisabete Costa, a realização da II Feira Regional da Agricultura Familiar e Economia Solidária, que serviu para mostrar a qualidade e a diversidade dos que é produzido pela agricultura familiar nos Territórios Sertão produtivo, Velho Chico e Bacia do Rio Corrente, contribuiu para dar mais visibilidade para os pequenos produtores familiares, reforçar a importância do associativismo e agregar valor e, de alguma forma, ampliar a participação no mercado.

Redacão Jornal do Sudoeste

Redacão Jornal do Sudoeste

Desde seu lançamento, o JS vem revolucionando a imprensa regional. Foi e continua sendo pioneiro na adoção de cores em todas as suas páginas e no lançamento de suplementos especiais que extrapolam o simples apelo comercial, envolvendo a comunidade em reflexões sobre temas de interesse geral por ocasião do Natal e dos aniversários de emancipação de municípios da sua área de abrangência de circulação.
Categorias